Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

JORNAL DE DEBATES > APERFEIÇOAMENTO

Blogueiros recebem treinamento jornalístico

20/06/2008 na edição 490

Pessoas que têm blogs, participam de fóruns online, compartilham vídeos na rede ou ainda contribuem para sítios de jornalismo-cidadão detêm informações a que, muitas vezes, jornalistas profissionais não têm acesso. No entanto, com o crescimento da blogosfera e da participação do público na divulgação de notícias, muitos destes ‘repórteres amadores’ optaram por receber treinamento sobre a profissão. Eles esperam aprender a evitar problemas, como acusações de calúnia, e a obter mais conhecimento sobre a prática jornalística.


Recentemente, um destes cursos foi ministrado para não-jornalistas na Sociedade de Jornalistas Profissionais (SJP, sigla em inglês) de Chicago. O sucesso foi tanto que há planos para repetir o treinamento em Los Angeles, na Califórnia, e Greensboro, na Carolina do Norte. Roy Peter Clark, professor do Poynter Institute em Saint Petersburg, na Flórida, elogiou a iniciativa. ‘Acredito que estamos entrando em um movimento que fica entre o amador e o profissional’, opina.


Problemas


Não é de hoje que amadores contribuem, mesmo que involuntariamente, com o noticiário – a filmagem do assassinato do ex-presidente americano John F. Kennedy, em 1963, é um exemplo; mais recentemente, imagens do público foram amplamente distribuídas em incidentes como o massacre da universidade Virginia Tech, no ano passado, o tsunami na Ásia em 2004 e o furacão Katrina, nos EUA, em 2005. O que se observa de diferente é que, agora, muitos destes amadores divulgam o conteúdo por conta própria, via internet. A partir daí, começaram a surgir problemas, com blogueiros enfrentando questões legais.


Segundo Robert Cox, presidente da Associação de Blogueiros de Mídia dos EUA, mais de 100 julgamentos, totalizando US$ 17 milhões em indenizações, foram abertos contra blogueiros nos últimos três anos – cerca de 60% por difamação, 25% por violação de direitos autorais e 10% por violação de privacidade. ‘É a ponta do iceberg. Blogueiros estão sendo ameaçados de verdade e os custos são reais’, diz.


Uma outra instituição que ajuda os blogueiros é a NowPublic, que reúne fotos, vídeos e notícias de internautas e distribui o conteúdo para organizações de mídia. A entidade fornece aos colaboradores informações de como se proteger de eventuais problemas, explica o co-fundador Michael Tippett. ‘Metade de nossos membros é aspirante a jornalista. Ajudamos para que eles façam tudo de modo certo’, diz. Informações de Caryn Rousseau [AP, 14/6/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem