Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

JORNAL DE DEBATES > MERCADO EDITORIAL

Britânicos ganham revista masculina gratuita

21/08/2007 na edição 447

Uma revista destinada ao público masculino promete movimentar o mercado de publicações gratuitas no Reino Unido, noticia Eric Pfanner [International Herald Tribune, 12/8/07]. Trata-se da Short List, que, embora tenha homens como público-alvo, não usará a nudez feminina como atrativo, informa Mike Soutar, chefe do grupo de investidores da revista.

Segundo Soutar, 500 mil cópias serão distribuídas semanalmente em estações de trem, academias e outros lugares freqüentados por homens jovens, em Londres e outras cidades do Reino Unido. Enquanto os diários gratuitos atraem milhões de leitores em todo o mundo – só na Espanha são responsáveis por 50% do mercado de jornais –, as editoras de revistas vinham relutando em distribuí-las de graça.

Os investidores da nova revista querem invadir o mercado publicitário de revistas como Esquire e GQ. Eles foram encorajados pelo sucesso da Sport, revista gratuita lançada há três anos em Paris, que começou a ser distribuída no Reino Unido no final do ano passado. A versão francesa já é lucrativa, enquanto a britânica deve se tornar dentro de três anos. ‘Temos quase um ano e já temos BMW e Mercedes como anunciantes’, conta Greg Miall, diretor da Sport no Reino Unido. Um dos motivos da conquista de leitores e de anunciantes da revista esportiva é que na França e no Reino Unido há poucas opções impressas para fãs de esportes, se comparado aos EUA.

Sem medo de arriscar

A Short List, por sua vez, está entrando em um mercado onde existem diversas publicações para o público masculino. Além das versões britânicas das americanas GQ, Esquire e Men’s Health, há publicações locais como Arena, FHM e Loaded. Em 2004, foram lançadas duas revistas semanais, a Nuts e a Zoo.

Para os anunciantes, a grande questão é saber se a revista terá condições de produzir um conteúdo de alta qualidade editorial com distribuição gratuita. Geralmente, o preço de capa corresponde a aproximadamente 30% a 40% dos lucros das revistas.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem