Sábado, 15 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

JORNAL DE DEBATES >

Compromisso com a razão

Por Alberto Dines em 25/10/2006 na edição 404

Bem-vindos ao Observatório da Imprensa. Ontem [segunda, 23/10] no debate da TV Record, o presidente-candidato Lula disse o seguinte: ‘Eu só sou o que sou por causa da imprensa’.


Se você, cidadão, fosse diretor de um jornal, não aproveitaria uma dessas frases do presidente e com ela produziria uma manchete? Pois é. Não foi manchete, nem foi comentado hoje por qualquer veículo da grande imprensa.


A dupla afirmação do candidato Lula não deixa dúvidas e encerra o sangrento tiroteio que se travava nos bastidores da mídia brasileira há mais de um mês, desde a divulgação do Dossiê Vedoin. De um lado, estão aqueles que acham que há uma conspiração da mídia contra a reeleição do presidente Lula. Do outro estão aqueles que acham que o Dossiê Vedoin não poderia ser tratado pela mídia de outra forma. Infelizmente, no meio, está aquela minoria que procura apontar os perigos desta radicalização e do perigoso linchamento da mídia.


A mídia precisa ser acompanhada, observada, avaliada, criticada e não apenas durante as temporadas eleitorais. A mídia precisa ser sempre melhorada, mesmo em sociedades onde ela é mais desenvolvida. O que precisa ser evitado a todo custo é o ressentimento contra aqueles poucos que procuram separar a ação partidária do exercício do jornalismo.


Quem disse ‘eu só sou o que sou por causa da imprensa’ não foi o candidato Lula, foi o presidente Lula, por isso não temos problema em reproduzir suas declarações fora do horário eleitoral. É a nossa obrigação fazer pensar.


Observar a imprensa é um compromisso com a razão, observar a imprensa não pode ser um pacto com o ódio.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem