Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

JORNAL DE DEBATES > COM A PALAVRA

De jornalistas dedicados a críticos ferrenhos

11/10/2005 na edição 350

Críticas e mais críticas. É isso o que tem gerado um sistema de debate eletrônico interno instalado na redação do Washington Post. Dezenas de funcionários editoriais já deram suas opiniões no que se transformou em uma acalorada discussão sobre o futuro do maior jornal da capital americana e um dos maiores dos EUA.

O editor-executivo, Leonard Downie Jr., está satisfeito com as críticas, que classificou como ‘um bom diálogo’. Entre os argumentos da equipe, estão o de que o Post é um jornal grande demais e por isso repele os leitores e o de que sua substanciosa oferta de notícias conquistou um séquito de leitores fiéis que ficaria desnorteado se fossem feitas grandes mudanças.

A preocupação em discutir o que é melhor para o jornal e o que os leitores esperam dele vem como conseqüência da tendência de queda da circulação dos grandes veículos jornalísticos americanos, que tem levado títulos como o New York Times, Boston Globe e Philadelphia Inquirer a reduzir sua força de trabalho e a reestruturar seu funcionamento.

No Post, a circulação diária caiu 2,7% em um ano, chegando a 752 mil exemplares. No início dos anos 90, o jornal vendia diariamente 839 mil cópias. Informações de Howard Kurtz [The Washington Post, 3/10/05].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem