Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1009
Menu

JORNAL DE DEBATES >

Desastres internacionais têm pouca atenção nas TVs a cabo

30/05/2008 na edição 487

Milhares de pessoas morreram em desastres naturais recentes em Mianmar e na China, mas o foco do noticiário nas TVs a cabo dos EUA continua sendo a campanha presidencial, noticia a Hollywood Reporter [27/5/08]. De acordo com pesquisa realizada pela instituição Pew Research Center for the People & the Press, a quantidade de americanos interessados na campanha política seria a mesma dos que querem obter informações sobre o terremoto na China. No entanto, o tempo da programação é bem mais amplo para os candidatos presidenciais.


Dos cerca de mil americanos adultos entrevistados na semana passada, 22% acompanharam as notícias sobre o terremoto mais de perto que qualquer outro assunto durante a semana de 12 a 18 de maio. Este percentual foi um pouco maior que o de americanos que acompanharam a cobertura da campanha presidencial (20%).


Já o tema que despertou mais interesse do público na semana em questão foi o preço da gasolina, com 31%. Ainda assim, 13% do tempo dos noticiários foi dedicado ao terremoto e 37%, à campanha. O ciclone em Mianmar, os altos preços da gasolina e a lei que regulamenta o casamento gay na Califórnia obtiveram de 3 a 4%, cada, de espaço nas emissoras a cabo.


No horário nobre, os dados ficam ainda mais contrastantes: 4% da cobertura dedicada ao terremoto e 74%, à campanha. Já as redes de TV abertas e os jornais conseguiram dar espaço aos diferentes assuntos de maneira mais equilibrada.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem