Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

ENTRE ASPAS > RENAN ABSOLVIDO

Duas agressões à sociedade

Por Alberto Dines em 13/09/2007 na edição 450

Foram duas as agressões: a primeira, escancarada, foi a absolvição do presidente do Congresso, Renan Calheiros, que segundo a Polícia Federal cometeu vários ilícitos. A segunda agressão, mais grave, aterradora, pode ser chamada de ‘apagão’ institucional. O Senado da República foi convertido desde a terça feira num verdadeiro porão – fechado, lacrado, blindado ao escrutínio da sociedade, ilha autoritária em plena Praça dos Três Poderes.


A varredura eletrônica do plenário, a proibição do uso de computadores pelos senadores, a recomendação para que os celulares fossem desligados e finalmente o pugilato entre os leões-de-chácara e os deputados que foram autorizados pelo STF a assistir ao julgamento desvendam a razão do secretismo da sessão: impedir a presença da mídia.


Renan Calheiros e os cangaceiros de todo o país que o apóiam sabiam que a presença da imprensa seria a única força capaz de impedir a absolvição. Apostaram todas as fichas no sigilo. Não se importavam em agredir a sociedade, só não queriam testemunhas.


Os malfeitores trabalharam no escuro, eles têm prática, ganharam o primeiro round. Nos próximos, será diferente – terão que ser travados às claras.

Todos os comentários

  1. Comentou em 16/09/2007 Antonio Carlos Silva

    Um pergunta aos indignados úteis, será que a rede rgoubo e outros fariseus da porca mídia irão dar uma cobertura da prisão do Cacciola (um dos responsáveis de um roubo de UM BILHÃO E MEIO DE REAIS dos cofres da nacão com a cumplicidade de integrantes do primeiro escalão do governo FHC) conforme deu a cobertura de integrantes do PT, ou seja, ouvindo somente todo e qualquer acusador, podendo ser o delinquante Marcola, Procuradores da República, Policiais Federais e polítcos opositores, utilizando cameras escondidas, simulacão com atores dos pseudo-fatos etc….? . Pelo visto não, pois pelo que eu estou percebendo, apenas o advogado do delinquente está sendo entrevistado, e tambem não se comenta como e porque o delinquente foi posto em liberdade por uma razão que somente o queridinho desta grande mídia (Ministro Marco Aurélio de Mello) pode explicar .

  2. Comentou em 15/09/2007 Marco Antônio Leite

    O atoleiro é um agente na defesa dos corruptos e ladrões que habitam os prédios públicos lá de Brasília. Deixo claro que o povo daquela linda capital não tem nada há ver com essa gente desprezível. Senhor atoleiro procure outra turma, essa é manjada na polícia Federal. Procure trocar de partido político enquanto é tempo, se não haja cadeia para pôr tantos ladrões atrás das grades. Sabemos o que temos de políticos é isso ai, porém não podemos ser a favor de malandros, isto chama-se omissão. Não podemos vacilar se não neguinho chupa sangue do pescoço.

  3. Comentou em 15/09/2007 Cid Elias

    Agora caiu a ficha dines! Perfeito! ‘Duas agressões à sociedade’, a tal sociedade que te referistes é Sociedade Anônima BraZil, cujos acionistas são as famiglias donas da mírdia grande e seus ‘sócios’, os vestais da oposição, muitos deles proprietários de repetidoras de grobos e de outras CONCESSÕES PÚBLICAS, além de jornais e indústrias que sempre mamaram nos bnbs e bndes de outrora. Dines, você nesta nova função de Public Relations desta S.A. é imbatível! *Eu, como muitos outros cidadãos normais, os verdadeiros representantes da sociedade brasileiras, e não da S.A., até agora NÃO conseguimos ver as tais ‘agressões’.

  4. Comentou em 15/09/2007 Cid Elias

    Agora caiu a ficha dines! Perfeito! ‘Duas agressões à sociedade’, a tal sociedade que te referistes é Sociedade Anônima BraZil, cujos acionistas são as famiglias donas da mírdia grande e seus ‘sócios’, os vestais da oposição, muitos deles proprietários de repetidoras de grobos e de outras CONCESSÕES PÚBLICAS, além de jornais e indústrias que sempre mamaram nos bnbs e bndes de outrora. Dines, você nesta nova função de Public Relations desta S.A. é imbatível! *Eu, como muitos outros cidadãos normais, os verdadeiros representantes da sociedade brasileiras, e não da S.A., até agora NÃO conseguimos ver as tais ‘agressões’.

  5. Comentou em 14/09/2007 Lau Mendes

    Também não acredito no Senador desde os tempos de Collor mas não é isto que se discute. Também não acredito mais no Sr.Dines e nem por isso posso dizer que ele ouve e escreve a mando de PSDBistas,embora pareça. E o motivo é simples :não há provas de que isto acontece. Indícios não faltam,mas não há provas. Acredito,como já opinei aqui no OI, que os que jogaram no ventilador o caso do Senador arrependeram-se porque o dito não é de cair só. Talvez tenha nascido na mesma maternidade do Sr. R.Jeferson ou seja apenas a pós-graduação no senado idêntica a da câmara. E a pergunta que ninguém quer responder,nem a imprensa porque o Sr. Renan poderia ou ainda pode arrastar muita gente para o buraco da linha que não é amarela,esta mais para vermelho desespero, é : por que não foi feita uma investigação técnica até as últimas conseqüências como fizeram no caso do PT e o apelidado mensalão ? Todos sabem a resposta, a do tal “rabo preso” de gente que quer continuar “nas sombras”. E a prova disto os declarantes do voto condenatório que seja pelo”clamor público”,e leia-se urna, seja “pelas sombras”, negarão até a morte que absolveram o Sr. Renan. O que sobra ? O anti-PTismo.O Sr. Renan é “aliado”,alvo estratégico. Este mesmo anti-PTismo que prega aqui o Sr. Dines,o qual também negará até a morte, e que talvez não seja, mas parece.

  6. Comentou em 14/09/2007 João Pequeno

    ‘Os malfeitores trabalharam no escuro, eles têm prática, ganharam o primeiro round. Nos próximos, será diferente – terão que ser travados às claras’ Perfeita a observação de Dines. Impressionam comentários contra a imprensa cumprir seu papel de furar o bloqueio desses porões, nos quais até combinações para amaciar julgamentos chegam a ser citadas como se fossem um direito. Quem se põe contra o dever da imprensa de furar estas armações e informar a sociedade brasileira, se põe contra a mesma, e a favor da escuridão. Felizmente, Dines vive.

  7. Comentou em 14/09/2007 Paulo Bandarra

    Caro Jose Paulo Badaró, desculpe divergir. Mas é desculpa rota. Ganhar 12 000,00 sem trabalhar é muito mais lucrativo! Depois, nas duas hipóteses de desonestidade, não teria resolvido o problema da faca no pescoço que a mulher desafeto tem por ele! É argumento falso! A questão ética não está em ele ter pagado a ela! Mas não ter dinheiro saído de suas contas para estes repasses, MUITO melhores do que ela ter que trabalhar para receber! É ter mentido, sonegado, apresentado notas frias, não pagar trabalhadores, etc…

  8. Comentou em 13/09/2007 Valdemar Froener

    A indignação que tenho com esse caso, refere-se a forma como foi conduzida essa votação pela cassação do RENAN. Ele RENAN tem todo o direito de defesa, das acusações que lhe são imputadas
    Ele próprio presidiu seção onde constrava como Réu. Isso faz parte do Brasil dos Coroné, e dos Cangaceiros do Basil culturalmente atrazado. Não vai mudar, eles não tão nem ai, e por incrivel que possa parecer, eles sabem que vão ter defensores, aliados de última hora, que para defender suas opiniões pessoais, apoiariam ate o capeta em seus pleitos.
    Tem comuna desfendendo o RENAN, e defenderiam o MALLUF, se este tambem fosse aliado do LULA.
    Charles Degaulle, em visita ao Brasil, cochichou a um assessor, dizendo que esse não é um País sèrio.

  9. Comentou em 13/09/2007 Ivanilson Alves

    Sr. dINES: Cangaceiros são VOCÊS da ‘Imprensa’, apoiadores do Golpe de 64 e Sugadores do Brasil a mais de 500 anos.

  10. Comentou em 13/09/2007 Gerson D. Malentaqui

    Sr.Octavio Hollemberg,
    gostei de seus comentários.
    O sr. foi claro e lúcido. Porém os petistas no Senado tiveram tudo a
    ver com o resultado do julgamento. Afinal, êles votaram. Ou não?
    E só os citei porque lendo os comentários, a impressão que me fica é a de que estão sempre a defender o Sr.Lula, confundindo os Poderes.
    E não estou repetindo como papagaio o que diz a imprensa (o sr. já notou que não é só a chamada Grande Imprensa que divulga a crise política e etc?). Tenho minha consciência. Sou observador (sem trocadilho).
    Quanto a ser ex-petista, já fui um entusiasta e posso voltar a sê-lo. Quando achar que merecem o meu respeito.
    Espero que não transformemos este espaço em uma tribuna particular. Obrigado por ter lido meu comentário inicial.

  11. Comentou em 13/09/2007 Claudio Marcos Silveira

    Prezado Dine,
    uma vez mais te solicito indicar os ilícitos que originaram esta frase escrita no teu comentário acima ‘Renan Calheiros, que segundo a Polícia Federal cometeu vários ilícitos.’ Eu pergunto por desconhecer. Quando tanta gente está dizendo que o homem é desonesto, eu quero quer que as acusações procedem, mas desconheço as provas que sustentam a acusação.
    Um favor mais, textos sem verbo no futuro do pretérito. Concluo por aqui porque estou ocupadolendo um livro muito bom ‘ Diários Completos do Capitão Dreyfus’
    Um abraço
    Claudio

  12. Comentou em 13/09/2007 Adriano Finozzi Molero

    Alberto, a respeito desse assunto, por favor, leia a análise abaixo que está bem melhor que esse pé-de-pagina choramingado que você escreveu. Na categoria ‘análise da imprensa durante o caso Renan’, aquele texto ganha.

    Já vi que você gosta de usar a palavra ‘apagão’, hein? Pena que você usa isso de forma seletiva, sempre contra a esquerda, os movimentos sociais, o Partido dos Trabalhadores, contra Luis Inácio Lula da Silva, o Mercosul, a Venezuela, Hugo Chavez…

    A gente já notou que você é altamente comprometido com o imperialismo, com a oligarquia e com o sionismo. Você usa o Observatório da Imprensa, a TV Cultura e outras mídias para divulgar a lógica dos dominantes e nos manipular. Mas ainda bem que agora existe a Internet para a gente se livar dessas mentiras todas, né?

    ‘As sete mentiras da mídia na cobertura do Caso Renan’
    http://www.vermelho.org.br/base.asp?texto=24907

  13. Comentou em 13/09/2007 cid elias

    Como pretenso observador da imprensa, o Dines chegou ao ápice do surrealismo. Esta nova tentativa de observar tudo, menos a imprensa, foi além da conta! Doutora maria natalia: devolvendo a acusação, digo que a senhora, pelo que costuma falar aqui, SÓ pode estar a serviço do governo mineiro, um daqueles governos tucanos exemplares, onde não EXISTE liberdade de imprensa e as Cpi s são proibidas, né mesmo? Intrigante é a doutora revelar-se impressionada porque nos tais sites de grandes jornais, portais, cbn e afins, ‘os comentários em sua esmagadora maioria eram de pessoas indignadas com o resultado.’ Doutora, nós não doutores, há muito sabemos que nos sites online citados, somente aquele grupo de comentaristas cordatos iguais a senhora, os que deixam a mídia pensar por eles, têm seus posts publicados. O leitor destes sítios ‘imparciais’, é o mesmo que lê, pior, que paga(!) para ler os jornalões e revistecas marrons, e que não tem capacidade para perceber o absurdo jornalístico confessado pelo chefão do plimplim, o imoral ‘testando hipóteses grobal’. Ontem tentei postar, num destes sites citados pela sra, um comentário que não continha ofensas nem baixarias, mas que criticava a seletividade do colunista. O que aconteceu? Até agora estou esperando(sentado!) que o publiquem…

  14. Comentou em 13/09/2007 Camila A.

    Eu não entendo se é ingenuidade (acredito que não) ou simplesmente indignação do colunista, mas tudo bem. O que eu vim questionar, na verdade, é se alguém acreditava realmente que Renan Calheiros seria cassado, apesar da forte pressão da grande mídia que acoberta interesses políticos poderosos. Renan Calheiros agiu como qualquer bom político corrupto brasileiro e sua posição de presidente do senado somente serviu para requintar a situação.O bombardeamento de denúncias e todo o clima de escândalo montado realmente deixou a impressão que dessa vez alguém ia pagar pelas roubalheiras, mas ao meu ver, esse clima só iludiu dessa maneira porque foi reforçado pelo histórico do senador, principalmente pela sua origem nordestina. Talvez, se a figura fosse paulista ou carioca, o clima seria de impunidade ou, para os jornalistas mais ufanistas, de apoio descarado. Não estou aqui para defender o senador, meu conterrâneo, até porque qualquer alagoano sensato conhece a figurinha de outros carnavais, ou melhor, de outras urnas fraudadas e de outras duplicações de rodovias até hoje esperadas. Estou aqui somente para lembrar que o caso de Renan Calheiros não foge à regra mais usual dos nossos políticos e que mais esse caso de corrupção não pode apagar da nossa lembrança os mensaleiros, sanguessugas, gabirus e demais raças da política brasileira.

  15. Comentou em 13/09/2007 maria natalia lebedev martinez moreira

    A proporção dos comentaristas a favor de Renan, só nesse Observatorio é tão grande. Pois quando saiu o resultado , da vergonhosa absolvição do Renan, em todos os sites de jornais, de grandes servidores, da CBN, etc. os comentários em sua esmagadora maioria eram de pessoas indignadas com o resultado. Esse pessoal contra a imprensa e a favor do Renan , porque ele é um aliado desse governo, só pode estar a serviço deste mesmo governo tentando intimidar esse Observatório. Torço para que as reais intenções dos ‘supostos’ defensores de Renan sejam desmascaradas. E torço para que esse Observatório não se intimide, e continue seu importante papel , apesar de todas as pressões.

  16. Comentou em 13/09/2007 Franzé Ribeiro

    Dines, que a imprensa influencia o processo e a percepçaõ da sociedade sobre a realidade isso é fato já confirmado pela Teoria da Comunicação. Mas daí a pregar que ela interfira diretamente é tão autoritário quanto uma ditadura. O Poder Legislativo é uma instituição submetida aos preceitos constitucionais. Tem regras, Regimento e, não esqueça, expressa um extrato social.

  17. Comentou em 13/09/2007 Fernando Santos de Aquino

    De onde será que brota tanta estupefaciência (de onde fui tirar tal palavra?…) quanto a essa nova cena promovida por uma das instituições mais antigas de nossa ‘Pátria’? O que esperavam dsssa ‘confraria’ (termo usado por Leonel Brizola ao referir-se à sua indisposição, quando questionado, para uma provável candidatura sua ao Senado Federal)?
    O que estamos vendo são os seguidos rounds desta luta que começou desde o início do governo Lula no interior de uma democracia de conveniências, onde a burguesia privilegiada se locupleta não é de hoje. Povo, para a maioria daquele grupo, é abstração sazonal. A grande imprensa , ao que parece, age como mediadora das piores, pois toma partido de forma a ficar claro o seu comprometimento com essa mesma elite que tanto condena. esquizofrenia ou desfaçatez, o tempo talvez forneça melhor julgamento. Instrumentos como o Observatório são eficazes no sentido de analisar tal comportamento, mas sugiro que ao se referirem aos malfeitores, não agissem como debutantes no jornalismo, visto que esse não é o primeiro, e certamente estamos muito distantes do último round, visto que o Senado, desde outros tempos, com seus Malvadezas, Ignácios e Sarneys, e agora com Renans, Mercadantes e Virgílios, são muito bons em protagonizar tais cenas para depos curtirem uma lauta confraternização no Piantella. A Extinção desta casa não faria mal ao meio ambiente

  18. Comentou em 13/09/2007 DOMINGOS ALVES AMARAL FILHO

    por que tanto temor de ser acompanhado pela imprensa e, por cima ter uma votação secreta para o caso? se todos os senadores são representantes do Estado, como são eleitos pelo escrutínio direto, porque não ter votação aberta, os atos públicos não tem que ter publicidade e razoabilidade ou são os senhores senadores donos do Senado Federal e o presidente do Senado representante do congresso nacional, linha sucessora de substituir o presidente da repúlblica na falta do vice. Eu me pergunto se o nosso país ainda está caminho corretamente ou retrocedento no tempo?

  19. Comentou em 13/09/2007 eustáquio fernandes

    Vou repetir: tem gente de direita que defende corrupto de direita; tem gente de esquerda que defende corrupto de esquerda. Assim não dá! Assim não há país que aguente! Esteja qual força política estiver no poder no Brasil, sempre haverá grupos desculpando a corrupção dos seus pares ou dos seus aliados. Enquanto isso o país padece com estradas esburacadas, portos ineficientes, aeroportos caóticos, carga tributária gigantesca, juros muito altos, etc, etc. Cadeia para todos os corruptos! É preciso moralizar a vida pública brasileira. E um recardo para o Antônio Carlos (já que pau que bate em chico bate em francisco): se o PT gastasse um décimo da força para punir o Renan como fez com o Maluf, o Renan já havia caído ha muito tempo!

  20. Comentou em 13/09/2007 Calypso Escobar

    Nunca visto ou existido um govêrno com esta definição de ditadura; não cassando um transgressor que paternaliza seus crimes e ameaça os que querem defender sua terra natal;rebatizando-o com a mordaça e lavagem cerebral.Para o povo é o fim de uma ERA e começa o inferno de Dante com mais fogochamas,fumaça para cegar,os olhos da imprensa e tostar o nascimento sem registro de um povo ávido de moral,dignidade e sem pressão de um bando de jagunços,ladrões,corruptos e covardes.Coloquem-se de costas à nossa bandeira nacional,ela não os merece. Grata

  21. Comentou em 13/09/2007 José Magalhães

    Esqueçam essas análises dogmáticas sobre a imprensa, pois neste caso não é ela que está distorcendo os fatos!
    Discordo de Dines ao dizer que Renan Calheiros foi absolvido pela ausência da imprensa no local, a imprensa realmente tem um certo “poder”, mas neste caso, Renan só foi absolvido pelo desvio dos fatos, o que torna inadequada a norma que ali seria aplicada.
    O problema está também, obviamente, nos que votam, afinal o voto secreto é uma conquista!
    O verdadeiro problema é que os interesses deles são os mesmos e é por este detalhe que essa máfia se faz infindável! São muitos “Renan’s” ali, um verdadeiro covil! O SENADO É FÉTIDO!!!
    Renan é só um dos.. o problema é que fazem “vista grossa”, concordo plenamente com Leonardo ao dizer que Renan só foi perseguido por se aliar a Lula! Essa é a verdade!

  22. Comentou em 13/09/2007 Leonardo Bnb

    Não creio que o termo ‘cangaceiros’ tenha sido usado como referência à região nordeste do país, até porque o escritor fez questão de escrever ‘cangaceiros de todo o país’.

  23. Comentou em 13/09/2007 Webbert Caldeira

    Dines:
    acho que você deveria ler o post do seu colega Luciano Martins. Tratou a questão com equilíbrio que tem te faltado. Você parece até deputado do PT na época do FHC ou o Fernando Gabeira querendo aparecer em todas. Alías, chamar os apoiadores do Renan de cangaceiro só revela o preconceito contra o nordestino. Se fosse um político paulista seria chamdo de PCCista?

    Webbert

  24. Comentou em 13/09/2007 nelson perez de oliveira jr

    Eu apóio o CLEBER PIRES, eu acho que os paulistas deveriam boicotar as próximas eleições, e assim evitar que MALUF E CLODOVIL sejam eleitos. Os eleitores paulistas são bem interessantes, não acham estranho uma estação do metro ir para o buraco, naõ acham estranho 70 CPIS arquivadas na camara estadual que em sua maioria versam sobre má gestão e crimes cometidos pelas administrações de PSDB. Para os paulistas e seus jornais, CPI BOA SÓ CONTRA O PT. Quero encampar uma campanha, fora o voto secreto, quero saber em quem o DINES, O CLOVIS ROSSI, MIRIAM LEITÃO, DATENA, ALEXANDRE GARCIA, ANA MARIA BRAGA, A GLOBO E OS MARINHO, OS MESQUITA, OS FRIAS, OS CIVITA E OS SAAD VOTAM, eu sei em quem, mas, até pra saber da isenção de suas análises eu gostaria de saber, afinal eles pregam o voto aberto para pessoas públicas e eles o são. É pra isso que serve voto secreto, uma, pessoa tem o direito de votar com sua consciencia livre de pressões externas. Lembrem-se que a votação que pregou CRISTO NA CRUZ foi aberta, se fosse secreta, talvez ainda estivesse aqui. Os SENADORES tem o direito de votar certo ou errado, mas, livre de pressões que tem interesses secretíssimos e inconfessáveis. DINES antes de pedir aos outros, abra o seu voto, peço o mesmo ao BANDARRA, IVAN BERGER e FELIPE FARIA. Não tenho vergonha no meu voto, desde meu fracasso com COLLOR, É LULA E PT NA CABEÇA, DOS MALES O MENOR.

  25. Comentou em 13/09/2007 Paulo Henrique CAldeira

    Alberto Dines, está nervoso porquê o ‘rolo compressor midiático’, ao qual o sr faz parte não conseguiu êxito? Eu acho q, assim como investigaram o Renan, pq não o fizeram com outros iguais? Pq ele era o alvo? Pq não fizeram o mesmo em relação ao filho de FHC com a repórtes da Globo, que foi mandada pra Espanha? Mas é assim mesmo, vcs ‘giram o rolo’ pro lado que combinam com seus aliados. Eu acho q a investigação da mídia tem q ser total, não direcionada. Tomaram mais uma… não vão aprender?

  26. Comentou em 13/09/2007 José de Souza Castro

    O trem candango lulista (tomo a expressão emprestada do jornalista Delmar Marques) não desiste de pegar no pé de Dines, mas os mais esclarecidos no PT reagiram de forma diferente à decisão do Senado. É o caso, por exemplo, da cientista política Maria Victoria Benevides, ex-presidente da Comissão de Ética Pública, defendeu a extinção do Senado. Lê-se hoje no Globo: ‘A posição (de Benevides) é defendida por setores do PT, ao qual é filiada, como o presidente do partido, Ricardo Berzoini. ‘Minha primeira reação foi de nojo. Depois me senti ofendida quando o senador Almeida Lima (PMDB-CE) disse que a absolvição de Renan é uma vitória do povo. É um insulto, isso sim. Aquilo não foi uma sessão secreta, foi clandestina — afirmou’ Benevides, que prometeu iniciar um debate pela extinção do Senado e pregar o voto nulo para senador em 2010. Que a reação a essa espécie de suicídio coletivo dos senadores não seja como fogo numa campina ressequida, que com a chega das primeiras chuvas volta logo ao normal. Não podemos, eleitores e contribuintes, ficarmos eternamente reféns dessa quadrilha que se instalou no Senado para sugar uma parte dos nossos impostos que deveria ser aplicada em saúde e saneamento básico e não para construir fortunas de profissionais da política.

  27. Comentou em 13/09/2007 Carlos Alberto

    É interessante ver como a imprensa se revolta (e fica sem saber o que fazer), quando não consegue pressionar um poder da república. O que o Senado Brasileiro demonstrou, foi que é independente e, que a imprensa brasileira, ao contrário do que ele mesma pensa, não é um poder superior a todos os outros, que pode fazer o que quer, onde quer e como quer. O Senado mostrou que é independente e não se move de acordo com a contade da mídia. Isso é democracia.

  28. Comentou em 13/09/2007 Antonio Carlos Pinheiro

    O PSDB foi o único partido que votou de forma unânime contra a proposta de emenda constitucional que, em 2003, tentava instituir o voto aberto no Congresso Nacional.
    Oportunismo mesmo que a imprensa partidária utiliza ao escolher os adversários. Por que não utilizam a mesma fúria contra o passado do Maluf? e tantos outros Demos e tucanos?

  29. Comentou em 22/02/2007 Renato Carlos Pavanelli

    Senhores do OI.

    Dia 22/02/2007, enviei ao Ministério Público Federal do Distrito Federal, pedido de instauração de processo judicial, onde, solicito, que seja cassada a safada aposentadoria por invalidez, cujo valor de R$ 12.800,00, ao parasita e ex-deputado federal JANENE.

    Também, solicito, por favor, que os senhores do OI, juntos com outros órgãos da imprensa, pressionem para que judicialmente seja cassada tal aposentadoria que afronta toda a sociedade, e, que também seja requerido abertura de outro processo visando cassar o mandato do deputado Aldo Rabelo, que pelo oportunismo que sempre demonstrou protegendo e fazendo vistas grossas para as falcatruas dos nossos nobríssimos deputados, merece ser cassado pelos seus procedimentos antiéticos quando presidiu a ‘laboriosa’ Câmara dos Deputados Federal.

    Vou continuar repetindo, a classe política do Brasil são 100% desnecessária, o Brasil não necessita desses nobres senhores, é por esta razão que também continuo dizendo, que por culpa dos espertos o Brasil não prestou ontem, não presta hoje e não prestará amanha, que, por favor, a imprensa faça seu papel, auxilie a salvar o país.
    Obrigado, saudações.
    Renato Carlos Pavanelli.

  30. Comentou em 22/02/2007 Renato Carlos Pavanelli

    Senhores do OI.

    Dia 22/02/2007, enviei ao Ministério Público Federal do Distrito Federal, pedido de instauração de processo judicial, onde, solicito, que seja cassada a safada aposentadoria por invalidez, cujo valor de R$ 12.800,00, ao parasita e ex-deputado federal JANENE.

    Também, solicito, por favor, que os senhores do OI, juntos com outros órgãos da imprensa, pressionem para que judicialmente seja cassada tal aposentadoria que afronta toda a sociedade, e, que também seja requerido abertura de outro processo visando cassar o mandato do deputado Aldo Rabelo, que pelo oportunismo que sempre demonstrou protegendo e fazendo vistas grossas para as falcatruas dos nossos nobríssimos deputados, merece ser cassado pelos seus procedimentos antiéticos quando presidiu a ‘laboriosa’ Câmara dos Deputados Federal.

    Vou continuar repetindo, a classe política do Brasil são 100% desnecessária, o Brasil não necessita desses nobres senhores, é por esta razão que também continuo dizendo, que por culpa dos espertos o Brasil não prestou ontem, não presta hoje e não prestará amanha, que, por favor, a imprensa faça seu papel, auxilie a salvar o país.
    Obrigado, saudações.
    Renato Carlos Pavanelli.

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem