Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1018
Menu

JORNAL DE DEBATES >

Edição americana será vendida em Londres

04/04/2008 na edição 479

O grupo Dow Jones & Co, recentemente adquirido pelo magnata de mídia Rupert Murdoch, irá começar a imprimir e distribuir o jornal americano Wall Street Journal em Londres este mês, aumentando a competição com rivais como o Financial Times, da Pearson, noticia Gavin Haycock [Reuters, 2/4/08]. O diário econômico começará a ser comercializado no dia 16/4 em 250 pontos de venda no coração financeiro da capital britânica, onde muitos bancos de investimentos globais têm escritórios; será vendido também nos aeroportos da cidade.


O WSJ terá tiragem inicial de 3.500 cópias e irá custar 2,50 libras, bem acima do valor de 1,50 libra do Financial Times, mas no preço médio dos jornais estrangeiros vendidos no Reino Unido. Não se sabe ao certo qual será a receptividade dos leitores britânicos ao WSJ em papel, pois muitos já assinam a versão online. Além disto, a edição européia do diário já é vendida nas bancas londrinas.


‘Acreditamos que um grande número de moradores e de pessoas que trabalham em Londres irá apreciar a versão americana, e agora poderemos dar a eles a vantagem competitiva de ter o melhor jornal econômico cinco horas antes dos leitores americanos’, diz Michael Bergmeijer, diretor do grupo de consumidores de mídia da Dow Jones na Europa. O WSJ tem, nos EUA, circulação combinada (impressa e online) de 2,1 milhão; seu sítio é o maior serviço de notícias online pago da rede.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem