Terça-feira, 17 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

JORNAL DE DEBATES > CHINA

Editor engorda lista de jornalistas presos no país

22/03/2007 na edição 425

Mais um jornalista encarcerado na China por causa de seu trabalho. No início desta semana, foi condenado a seis anos de prisão o editor do portal de notícias Aegean Sea Zhang Jianhong, mais conhecido no país pelo pseudônimo Li Hong. O jornalista é acusado de ‘incitar a subversão ao poder do Estado’, afirmou seu advogado, Li Jianqiang, por causa de artigos críticos ao governo.


‘A sentença é muito dura’, afirma o advogado. ‘As acusações de que Li Hong atacou o governo através de seus textos não têm sentido. Tudo o que ele fez foi exercitar sua liberdade de expressão, como é garantido pela constituição chinesa’. O editor foi inicialmente detido em setembro do ano passado e o portal comandado por ele foi fechado.


Grande penitenciária


A China é a maior prisão do mundo para jornalistas, com pelo menos 32 encarcerados. Hoje, há também 50 internautas considerados ‘ciberdissidentes’ na prisão, segundo dados da organização Repórteres Sem Fronteiras. Em agosto de 2006, um tribunal de Pequim condenou um jornalista de Hong Kong sob acusação de espionagem. A detenção ocorreu três dias após a condenação de um pesquisador chinês do New York Times por fraude. Informações da Reuters [19/3/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem