Terça-feira, 23 de Julho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1047
Menu

JORNAL DE DEBATES >

Emissora acusa governo de Belarus de ciberataque

02/05/2008 na edição 483

Diversos sítios da Radio Free Europe/Radio Liberty, financiada pelos EUA, foram atacados por hackers do dia 26/4 ao dia 28/4, noticia Karel Janice [AP, 28/4/08]. Os servidores ficaram congestionados e internautas não conseguiram acessar os sítios. O ataque foi direcionado principalmente ao serviço de Belarus da Radio Free Europe, mas sítios do Irã, Rússia, Azerbaijão, Tajiquistão, Kosovo, Macedônia, Bósnia e Croácia também foram afetados. A emissora acusou o governo da Belarus de estar por trás dos ataques.


Jeffrey Gedmin, presidente da Radio Free Europe, comparou a situação àquela vivenciada na Guerra Fria, quando países comunistas interrompiam as transmissões financiadas pelos EUA. ‘Ditadores ainda tentam evitar que cheguem às pessoas as informações e notícias não censuradas que a Radio Free Europe transmite. Eles não conseguiram fazer isto no século passado e não vão conseguir agora’, afirmou.


Ataque massivo


O chefe do serviço bielo-russo da rádio, Alexander Lukashuk, afirmou que o ataque começou no dia que marcou o 22º aniversário da catástrofe nuclear de Chernobyl, na vizinha Ucrânia. Ele ainda informou que um ataque similar aconteceu no mesmo dia um ano atrás, mas durou apenas algumas horas e não afetou serviços em outros idiomas. ‘Temos uma grande audiência de internet em Belarus que depende de nós para divulgar ao vivo um protesto de milhares de pessoas contra a situação das vítimas de Chernobyl e a decisão do governo de construir uma nova usina nuclear’, explica. ‘Para nossos ouvintes de Belarus, é uma situação dramática. Eles não podem nos ouvir agora. É um ataque massivo’, diz Diane Zeleny, porta-voz da emissora. ‘É muito difícil ter certeza nestes casos, mas com o alvo sendo o serviço de Belarus, parece que o governo do presidente Alexander Lukashenko está por trás disso’.


Durante os dias do ataque, 22 sítios bielo-russos hospedaram o conteúdo da Radio Free Europe/Radio Liberty. ‘O que vimos foi a primeira tentativa da comunidade online de agir em solidariedade ao ataque à liberdade de imprensa. Isto pode ser o resultado mais valioso – e inesperado – do ataque’, disse Lukashuk.


A Radio Free Europe/Radio Liberty é uma empresa privada, sem fins lucrativos, que recebe financiamento do governo americano. A emissora foi criada em 1949 para divulgar notícias pró-Ocidente e promover valores e instituições democráticas em países da Cortina de Ferro. Ela transmite em 28 idiomas para 21 países, incluindo Irã e Iraque, desde 1998, e Afeganistão, desde 2002. Com informações de Ihar Karnej e Brian Whitmore [Radio Free Europe/Radio Liberty, 29/4/08].


 

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem