Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

JORNAL DE DEBATES > JORNALISMO CIDADÃO

Fotógrafos amadores ganham nova agência

23/01/2006 na edição 365

A agência de fotos Splash aderiu à onda do ‘jornalismo cidadão’ ao encorajar o público a ‘clicar, enviar e vender’. Com escritórios em Londres e nos EUA, a agência irá competir com outras como a Scoopt, a Snitcher Desk e a Cash4YourPix.

‘Acreditamos que isto vá gerar muito lucro, sobretudo no campo de fotografias de celebridades. Não são todas as fotos que vão render dinheiro e muitas delas não são boas o suficiente para serem usadas. Mas a foto certa no lugar certo pode encher a conta bancária de qualquer um’, opinou Gary Morgan, co-proprietário da Splash. A agência informou que fotos do primeiro casamento de Britney Spears foram vendidas por US$ 150 mil; uma de Brad Pitt com Angelina Jolie no Canadá, por US$ 30 mil.

O chamado ‘jornalismo cidadão’ ficou conhecido durante o tsunami que atingiu a Ásia em dezembro de 2004, quando as pessoas gravaram e tiraram fotos da destruição das áreas destruídas com suas câmeras digitais e celulares. O mesmo fenômeno aconteceu durante os ataques a bomba de 7/7 do ano passado em Londres.

O jornalista freelancer Kyle MacRae, que fundou, junto com sua esposa, a Scoopt, no ano passado, afirma que ‘há claramente uma demanda da mídia por fotos tiradas por celulares e outros aparelhos amadores’. Hoje, com escritórios em Londres e Glasgow, sua agência possui cinco mil membros associados que enviam fotos para serem vendidas. Em breve, MacRae pretende abrir uma filial nos EUA. Informações de John Plunkett [The Guardian, 18/1/06].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem