Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

JORNAL DE DEBATES > MOHAMMED AL-DURA

France2 terá que entregar vídeo

26/09/2007 na edição 452

Um juiz francês ordenou que a rede de TV France2 entregue imagens não editadas do assassinato de Mohammed al-Dura, palestino de 12 anos morto em setembro de 2000, para novas investigações sobre o caso. Na semana passada, o exército de Israel informou que pediu à emissora a gravação da morte do garoto na Faixa de Gaza. Na época, o mundo chocou-se com as cenas transmitidas pela TV francesa que mostravam al-Dura aterrorizado, protegido pelo pai.


O episódio tornou-se um símbolo para os palestinos da força excessiva de Israel. Na narração em off, o apresentador dizia que o tiro teria vindo do lado israelense, mas as imagens exibidas não deixam isto claro. Inicialmente, o exército israelense havia dito que ‘aparentemente’ o tiro teria partido do lado de Israel. Mas uma investigação posterior revelou que a bala também poderia ter vindo do lado dos soldados palestinos.


Esta semana, uma corte de apelações francesa deu início a novas audiências em uma disputa legal entre a France2 e Philippe Karsenty, presidente da ONG Media Ratings, que acusa a emissora e seu correspondente, Charles Enderlin, de fraudar o vídeo. A corte decidiu que a emissora deve entregar as imagens não editadas para serem exibidas em audiência marcada para o dia 14/11. No ano passado, um juiz decidiu a favor do correspondente, mas Karsenty havia apelado da decisão. Infomações de Pierre-Antoine Souchard [Associated Press, 21/9/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem