Quarta-feira, 17 de Julho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1046
Menu

JORNAL DE DEBATES >

Globo deverá reclassificar novela para maiores de 12

Por Fernando Schweitzer, de Buenos Aires em 16/06/2009 na edição 542

Extra, extra, extra… Novela é classificada por ministério! Pode parecer manchete da era dos anos de chumbo e repressão na América Latina. A censura de hoje é ‘moral’, diferente da de outrora em tempos de guerra fria e Operação Condor (que maquinou e financiou as ditaduras militares da década de 60 e 70 no hemisfério periférico sul). Que o Ministério Público vem agindo sorrateiramente e brincando de ditadura militar já é mais de sabido. A tal classificação indicativa é por um ponto uma medida para barrar exageros na TV brasileira, que em verdade em tempos idos somente pegava no pé dos ratos menores da mídia brasileira. Independente de se você está na tribo dos que acaloradamente odeiam a TV Globo ou de seus fanáticos, este ‘facto’ é de ligar a luz vermelha.

Senhora do Destino é reclassificada para maiores de 12 anos, nota de vários periódicos e sítios especializados. Após duas advertências recebidas pelo Ministério da Justiça, a Globo terá que reclassificar Senhora do Destino para maiores de 12 anos. A decisão do Ministério da Justiça em impedir a exibição de Senhora do Destino à tarde entrará em vigor em até 5 dias úteis após a publicação do despacho, que ocorreu nesta terça-feira (9/6). Com essa decisão do MJ, a trama não poderá ser exibida antes das 20h. Entre os principais argumentos do Ministério está a exibição de cenas de assassinato, agressão física e verbal e linguagem de conteúdo sexual.

Eu realmente me pergunto se em noticiários da manhã e tarde se fala e se mostra certos tipos de cena e em nome do tal jornalismo verdade tudo pode, e como é ao vivo vai ao ar, por que uma obra dramatúrgica já conhecida da sociedade seu conteúdo pode estar sofrendo tal censura? Em Abril, a emissora foi advertida por cenas da vilã Nazaré (Renata Sorrah), consideradas violentas para o horário em que a trama vai ao ar. A Globo se comprometeu em ser mais severa nas mudanças e cortes para adequação da novela.

Coisas infinitamente piores

Se fosse o autor, eu processaria a nação por cercear a sua liberdade intelectual, pois esses cortes distorcem a obra e como qualquer texto de qualquer área, além do mais um texto dramatúrgico. Ainda sobre o tema, a Central Globo de Comunicação informou que a emissora irá recorrer da decisão. Em paralelo a isso, amaria que fossem proibidos os aculturadores, esses infinitamente mais violentos filmes comercialóides americanos que passam em várias emissoras em mesmo período, inclusive na própria Rede Globo.

Ainda em tempo, devo dizer que o êxito no Brasil é algo que traz caspa e causa inveja, e não digo que este é o caso, mas que neste caso também o é. No mês de maio, Senhora do Destino ficou em terceiro lugar no ranking dos programas mais vistos da televisão. Em primeiro aparece a trama Caminho das Índias, de Glória Perez, com 59,2%. Em segundo lugar aparece o Futebol dos domingos, com 56,2%, e em terceiro Senhora do Destino com 52,8% dos televisores ligados no horário de exibição.

Creio que a sociedade civil deveria estar não apenas a par de quais claramente são os critérios e quem são seus aplicadores desta famigerada lei de classificação vigente no país. Me parece enfermo se proibir uma obra para horários antes das 20h quando coisas infinitamente piores passam antes deste horário. Ou será que a sociedade é tão manipulada e vulnerável ao que se exibe na mídia que poderá sofrer grandes danos com a reprise desta obra em matinê, como se dizia no meu tempo? Com a palavra a opinião pública.

******

Ator, diretor teatral, cantor, escritor e jornalista

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem