Segunda-feira, 23 de Abril de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº983
Menu

JORNAL DE DEBATES > TELETIPO

Le Monde anuncia corte de custos

08/04/2008 na edição 480

O diário francês Le Monde deve passar, em breve, por um doloroso período de corte de custos. Eric Fottorino, indicado recentemente ao cargo de executivo-chefe do grupo Le Monde, anunciou à equipe do jornal, na semana passada, que um plano de reestruturação será necessário para que a publicação sobreviva à crise. O Monde registrou perda de 20 milhões de euros em 2007 e 14,3 milhões de euros em 2006. A dívida total chega a 150 milhões de euros. Fottorino diz que pretende zerar a dívida em 2009 e começar a lucrar em 2010. Para concretizar o plano, será preciso poupar pelo menos 15 milhões de euros. A proposta do executivo é a venda de bens não-estratégicos e a eliminação de 130 empregos – a maioria da redação do Le Monde, que conta hoje com 340 jornalistas. Segundo sindicatos que representam os funcionários, os cortes propostos são inaceitáveis. Os jornalistas do grupo possuem uma parcela do Le Monde e poderiam vetar o plano, mas como acionistas maiores, como o conglomerado Lagardere, deverão injetar dinheiro na companhia para ajudar no pagamento das dívidas, o poder de veto dos jornalistas seria reduzido. Informações de Crispian Balmer [Reuters, 5/4/08].



CNN eleva audiência com cobertura política

A temporada política tem sido proveitosa para a CNN, que anuncia oficialmente, esta semana, vitória em audiência sobre a Fox News. A rede americana superou a rival no primeiro trimestre do ano na faixa de telespectadores preferida pelos anunciantes – 25 a 54 anos –, segundo dados da Nielsen. É a primeira vez, desde 2001, que isso ocorre. Os índices de audiência da CNN no horário nobre, para telespectadores nesta faixa etária, subiram 90% – para uma média de 453 mil. Em grande parte, isto se deve à cobertura dos debates e das eleições primárias da disputa presidencial. No mesmo período, o público da Fox nesta mesma faixa foi contabilizado em 438 mil telespectadores, e o da MSNBC, em 329 mil (68% a mais que no ano passado). No número total de telespectadores no horário nobre, a Fox manteve a liderança, com média de 1,8 milhão de telespectadores, 14% a mais que no ano passado. A CNN registrou crescimento de 67%, com 1,3 milhão de telespectadores. Já a MSNBC subiu 59%, para 791 mil telespectadores. Informações de Bill Carter [New York Times, 1/4/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem