Domingo, 24 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

JORNAL DE DEBATES > VIOLÊNCIA CONTRA JORNALISTAS

Mídia egípcia protesta contra sentença de colegas

28/09/2007 na edição 452

A mídia independente e de oposição egípcia não publicará nada no dia 7 de outubro em protesto à repressão do Estado que recentemente prendeu diversos jornalistas. Quinze editores fizeram parte do protesto ‘contra a dura campanha contra a liberdade de imprensa no Egito.’


O caso, segundo notícia da AFP [27/9/07], foi conseqüência da apreensão de sete jornalistas em setembro, sob acusações que vão de perseguir o ministro da justiça a espalhar rumores sobre a saúde do presidente.


Ibrahim Eissa, editor do Al-Destur, foi sentenciado a um ano de prisão por publicar artigos críticos do regime. Ele será julgado por discutir o estado de saúde do presidente Hosni Mubarak, de 79 anos.


A repressão à mídia egípcia levou os EUA a se manifestarem, expressando ‘preocupações profundas’ com as acusações – opinião rejeitada pelo Egito como ‘interferência inaceitável’.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem