Segunda-feira, 15 de Julho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1045
Menu

JORNAL DE DEBATES >

Murdoch diz que mídia é má com Bush

27/04/2007 na edição 430

Entre temas que variaram de terrorismo a aquecimento global, o magnata de mídia Rupert Murdoch ainda encontrou espaço para analisar o comportamento do presidente americano, George W. Bush, com relação à imprensa. ‘Pessoalmente’, afirmou o presidente da News Corp. em discurso na Conferência Global do Instituto Milken, em Los Angeles, ‘Bush é uma pessoa persuasiva, forte e articulada’, mas que ‘parece congelar sempre que uma câmera de televisão aparece’.


Diante de uma platéia formada por líderes empresariais, Murdoch afirmou que a imprensa é rotineiramente injusta com o presidente e que ele não sabe como se defender. ‘Eu apóio o presidente Bush, mas acredito que ele é um comunicador ruim’, completou. Virando para Paul Gigot, editor da página de editoriais do Wall Street Journal, o empresário ressaltou que, ‘tirando o seu jornal e o meu, há um tipo de ataque monolítico a ele todos os dias do ano’. A News Corp. é dona do New York Post, do Fox News Channel e de dezenas de outros veículos de comunicação.


Bons negócios, maus negócios


Murdoch também aproveitou a ocasião para celebrar a internet, que ajuda a levar liberdade a lugares onde ela é exceção, e lamentou as dificuldades que teve para fazer negócios na China – onde ‘a mídia é basicamente fechada’. Por outro lado, o magnata elogiou a Índia como um bom lugar para se investir, porque sua estrutura política é ‘absolutamente clara’. ‘É uma verdadeira democracia’, afirmou. Informações de Paul Bond [Hollywood Reporter, 25/4/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem