Domingo, 23 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

JORNAL DE DEBATES > DASLU & OPUS DEI

Navarra quer Lula no chão

Por Alberto Dines em 18/07/2005 na edição 338

Carlos Alberto Di Franco é apresentado a cada quinzena na página 2 do Estado de S.Paulo como ‘diretor do Master em Jornalismo, professor de Ética da Comunicação e representante da Faculdade de Comunicação da Universidade de Navarra no Brasil’.


Extra-oficialmente, é o porta-voz da Opus Dei para assuntos de mídia. Além do assento permanente no jornalão paulista, era dono da mesma capitania no Globo até que foi defenestrado.


Essa coisa chamada de ‘Master de Jornalismo’ é contumaz parceira da ANJ em eventos sobre imprensa e mídia. A ANJ, como se sabe, é a corporação à qual pertencem as mais importantes empresas jornalísticas do país.


Di Franco, portanto, não fala sozinho. Com tantas conexões e tantos galardões, espera-se que faça análises profundas, espiritualmente edificantes, moralmente irrespondíveis em matéria de jornalismo.


No foi o que aconteceu na última segunda-feira (17/7) na pág. 2 do Estadão. A sua ensandecida peça ‘Lula é o responsável’, é a antítese da ponderação, mero panfleto político que qualquer observador de mídia consideraria, na melhor das hipóteses, lixo opinativo.


O homem está no Estadão para escrever sobre mídia, este é o seu compromisso com os leitores. Ganha para isso, ou se não ganha, é isso que se espera de quem exibe um verbete de qualificações jornalísticas tão extenso.


Vendas espirituais


A ira, sagrada ou profana, contra o presidente da República é descabida – não cabe a um observador da mídia expressar juízos políticos. Sua função é examinar como a mídia cobre a política.


Alguma coisa deve ter acontecido com o nobre Di Franco. Inspirado no desempenho dos jornais espanhóis ligados à Opus Dei na derrubada do premiê socialista Felipe González (1995), talvez queira fazer o mesmo no Brasil.


Embora discreto e, certamente, não se inclua entre os fregueses da Daslu, o cruzado Di Franco pode ter se irritado com a operação deslanchada pela PF no Templo do Consumo. A turma da Daslu é chegada à Opus Dei: no logotipo da loja, acima da coroa reina um crucifixo. Não existem outras grifes de luxo no mundo – mesmo na Itália – que ostentem um símbolo tão religioso como promotor de vendas.


Qualquer que seja a razão do bilioso pronunciamiento, a verdade é que Di Franco está dizendo que Navarra quer ver Lula no chão.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem