Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

JORNAL DE DEBATES > RÚSSIA

Nove acusados pela morte de Anna Politkovskaya

18/10/2007 na edição 455

Nove pessoas foram acusadas formalmente por participação no assassinato da jornalista Anna Politkovskaya. Crítica ferrenha do presidente russo, Vladimir Putin, Anna foi executada a tiros no elevador do edifício onde morava, em Moscou, em outubro de 2006.


Entre os acusados está o tenente-coronel Pavel Ryaguzov, do serviço secreto russo (FSB). Originalmente, Ryaguzov foi detido em agosto por ligação com outro caso, e seu nome foi mencionado por investigadores que cuidavam do inquérito sobre a morte da jornalista. O agente do FSB é acusado de passar informações sobre o endereço de Anna para outro suspeito de participação no crime.


Crime internacional


Advogados contratados pela família da jornalista fizeram uma reclamação em tribunal de Moscou, dizendo que os investigadores do caso estão bloqueando seu acesso a materiais obtidos na investigação. A queixa deverá ser debatida em audiência marcada para 25/10.


Em agosto, o procurador-geral Yuri Chaika anunciou a prisão de 10 suspeitos do assassinato de Anna Politkovskaya. Na ocasião, nenhum dos detidos foi acusado formalmente e alguns acabaram libertados. Chaika defende a idéia de que o crime foi planejado por forças anti-Kremlin fora da Rússia, com o objetivo de prejudicar o governo do país. Informações de Michael Stott [Reuters, 17/10/07].


 

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem