Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1009
Menu

JORNAL DE DEBATES >

Papa critica banalização da sexualidade na mídia

16/05/2008 na edição 485

Males sociais como a pedofilia e a prostituição são, em parte, culpa da mídia e da indústria do entretenimento. As palavras são do papa Bento 16, que nesta sexta-feira (16/5), em um encontro com bispos da Tailândia, acusou os veículos de comunicação de prejudicar a sociedade por retratar de forma banal a sexualidade.


‘Sem dúvida, a pobreza é um fator que leva a estes fenômenos. Mas há um outro aspecto que deve ser reconhecido. Falo da banalização da sexualidade na mídia e na indústria do entretenimento, que alimenta o declínio dos valores morais’, afirmou o papa, lembrando que, na Tailândia, há grande preocupação dos religiosos por conta do tráfico de mulheres e crianças e da prostituição.


Bento 16 lembrou ainda que a forma como a mídia retrata a sexualidade também leva ‘à degradação das mulheres, ao enfraquecimento da fidelidade no casamento e até ao abuso de crianças’. Informações da Reuters [16/5/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem