Domingo, 24 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

ENTRE ASPAS > COPA DO MUNDO

Paraguai, grosseria e preconceito

Por Luciano Martins Costa em 05/07/2010 na edição 596

Demitido por telefone, conforme anuncia a edição de segunda-feira (5/7) da Folha de S.Paulo, ou pela internet, segundo o Globo, o técnico Carlos Dunga segue de vez para a lata de lixo da história do futebol brasileiro.


Não há contemplação: assim como o goleiro Barbosa foi responsabilizado, durante décadas, pela derrota para o Uruguai na Copa de 1950, Dunga fica para a memória coletiva, juntamente com seu pupilo Felipe Melo, como o símbolo da incompetência em 2010.


Quem decide sobre mocinhos e vilões é a imprensa. E a imprensa decretou que os dois são os culpados pela desclassificação que o país do futebol considerou prematura.


Desde o final da partida de sexta-feira (2/7), contra a Holanda, os analistas vêm desancando o ex-técnico, o irritadiço volante Felipe Melo, que se tornou seu alter ego dentro do campo, e até o armador Kaká, que chegou à seleção como o queridinho da mídia. Sobram adjetivos pesados e o jornalismo se mistura aos mais baixos instintos das arquibancadas.


Faltou tudo


Mas nada supera, em termos de baixaria, a tentativa desastrada de humor que foi cometida pela equipe do canal SporTV, do Grupo Globo. A vítima não era Dunga e nossa seleção perdedora, mas o Paraguai. Não o time de futebol, mas o país Paraguai e o povo paraguaio. Veja aqui.


Antes do jogo no qual a seleção paraguaia foi derrotada pela Espanha, a emissora colocou no ar uma montagem na qual chama o Paraguai de ‘paraíso obscuro do mundo’. Deprecia a economia, a gastronomia e os atributos físicos dos paraguaios e termina desqualificando sua música popular.


A cantora Ramonita Vera, citada de maneira desrespeitosa, respondeu com classe. ‘Se nota de longe que os brasileiros não têm humildade’, afirmou. E acrescentou, referindo-se ao autor da brincadeira de mau gosto: ‘Não sei se se pode chamar essa pessoa de jornalista’.


Depois do jogo contra a Espanha, a SporTV pediu desculpas, mas de maneira arrogante. Não conseguiu desfazer a impressão de que o jornalismo está sendo invadido pela praga do humor escrachado que grassa na televisão.


Faltou respeito, faltou bom senso, faltou qualidade e faltou humor. Um momento tão feio quanto o pisão de Felipe Melo no adversário holandês.


 

Todos os comentários

  1. Comentou em 10/07/2010 Liliane Garcia

    Lamentável, eis um dos grandes problemas desse país, tentam fazer de tudo uma piada e acabam errando a mão, e o mais lamentável ainda é saber que várias pessoas apóiam essa mídia preconceituosa, será que alguém aqui sabe o porque a Argentina é um dos países mais pobres do continentes??? e porque os brasileiros se supõe ser mais do que realmente são??? como dizia Renato Russo ‘terceiro mundo se for, piada no exterior…’ Penso que se nós não gostamos de ser tratados de forma preconceituosa também não deveríamos apoiar também esse tipo de piadinha de extremo mau gosto, e eu me sinto envergonhada de saber que esse tipo de canal representa o povo brasileiro, cuja maioria é tão pobre e sofrido quanto ao povo paraguaio, quando é que iremos acordar?

    abç

  2. Comentou em 07/07/2010 Zé da Silva Brasileiro

    Pensei que o Dunga e o Felipe Melo nem retornariam ao Brasil. Pois eles retornaram, aparentemente, sem maiores problemas. Os meios de comunicação já não têm aquele poder de eleger o ‘vilão’ da vez e ‘estumar’ o povo. A recepção aos derrotados foi calma e discreta. O povo brasileiro está mais amadurecido. Nós não temos mais os melhores jogadores do mundo, tanto que, atualmente, não temos atacantes fazendo sucesso na Europa. O resultado contra a Holanda foi absolutamente normal. Nossos jogadores, dentro das suas limitações, fizeram o possível. O próprio Kaká teve sérios problemas físicos e fez um grande sacrifício pessoal para jogar a copa. Os jogadores holandeses são tão bons como os nossos e tiveram mais sorte e consciência tática. Destruído o mito da superioridade técnica individual dos jogadores brasileiros só resta o difícil aprendizado do jogo coletivo. Todos por um, um por todos. Não faz sentido crucificar o técnico ou este ou aquele jogador. A derrota foi coletiva.

  3. Comentou em 05/07/2010 Andres Vera

    O editor responsável por essa ‘reportagem’ sobre o Paraguai deveria enfiar a cabeça num buraco. Desde quando explorar clichês tão desprezíveis se parece com bom humor?

    Alguém realmente achou essa matéria espirituosa? Politicamente incorreta ou divertida? Não se vê ali outra coisa a não ser burrice em nome de uma falsa identificação com o que seria, na cabeça de meia dúzia, a imagem brasileira sobre o Paraguai.

    É incrível notar como o jornalismo tem usado estratégias mais apropriadas à publicidade para criar uma conexão com o telespectador médio – como se jornalistas e publicitários tivessem as mesmas responsabilidades.

    Transformaremos todas as reportagens sobre os argentinos em propagandas da Skol agora? Reproduziremos chacotas e as espalharemos por aí para agradar o público? Que público? Felizmente houve bom senso no pedido de desculpas da equipe da SporTV.

  4. Comentou em 05/07/2010 Suelen Cerbaro

    Saio frustradíssima desta Copa. Não com o Dunga ou com o Felipe Melo, mas com a imprensa. Senti vergonha do que meus colegas de profissão fizeram nesta Copa. Foi um show de parcialidade, picuinhas pessoais levadas ao espectador. O que foi o Jornal Hoje iniciar o telejornal dizendo que a Argentina caiu de quatro para a Alemanha? E essa reportagem do Paraguai. Quanta falta de competência, de sensibilidade e de respeito.

  5. Comentou em 05/07/2010 marenildes pacheco da silva

    Meu deus!
    É duro, mas cada dia me convenço de que cada povo tem a imprensa que merece. É lastimável, que a campeã de audiencia do nosso país, se comporta de maneira tão pequena, com picuinhas de quem não tem o que fazer.
    A essas altura o querido GILSON AMADO, deve de estar se rotorcendo de vergonha, vendo o rumo que nossa tv ganhou.

    sem mais
    marenildes

  6. Comentou em 05/07/2010 marenildes pacheco da silva

    Meu deus!
    É duro, mas cada dia me convenço de que cada povo tem a imprensa que merece. É lastimável, que a campeã de audiencia do nosso país, se comporta de maneira tão pequena, com picuinhas de quem não tem o que fazer.
    A essas altura o querido GILSON AMADO, deve de estar se rotorcendo de vergonha, vendo o rumo que nossa tv ganhou.

    sem mais
    marenildes

  7. Comentou em 05/07/2010 Elizabeth Souza

    O comentário de Paulo Ribeiro nos mostra quanto alguns estudantes (de quê?) podem ser grosseiros.É parte da sociedade brasileira (principalmente a paulista), aquela que se considera uma Suíça.

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem