Domingo, 27 de Maio de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº988
Menu

JORNAL DE DEBATES > CASO RONALDO

Perguntas e mais perguntas

Por Fernando Schweitzer em 13/05/2008 na edição 485

Qual das notícias abaixo é pior?

Ronaldo diz ter sido vítima de uma tentativa de extorsão do travesti André Luiz Ribeiro Albertino. Albertino acusa o atacante de calote em um programa com outros dois travestis e de envolvimento com drogas.

Para quem pergunta isso, no meu ver merece ele ser o questionado. Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha? Vende mais porque é gostoso ou é gostoso porque vende mais? Por que a vida do outro é espetáculo digno de parar minha vida? Perguntas e mais perguntas, das quais a cada respostas nos trazem mais indagações.

Já que a cada questionamento se diminuem os esclarecimentos, opto por não esclarecer e só por perguntar. O que transgride a norma da sociedade falso-moralista é que um ícone de crianças saia com um travesti? As mesmas que são obrigadas pelos pais, vide sociedade, em ato de compactuação, a seguir valores pré-estabelecidos que principalmente pelos que os pregam não são seguidos.

Uma travesti analfabeta

Será que se fosse um profissional do sexo, do sexo feminino, a manchete não seria: ‘Ronaldo, insaciável no campo e na cama’?

Me deixa estupefato o ato cínico de um delegado que, não duvidem, possa até ter sido subornado. Ainda uma assessoria de imprensa, em nota, afirmar que ele é ‘a única vítima’ do caso. ‘Militante de causas sociais, Ronaldo jamais foi usuário de drogas, sendo sempre idolatrado e admirado por crianças e adolescentes do Brasil e do mundo. Os indícios apontam para uma tentativa de extorsão, onde o atacante do Milan é a única vítima e, se necessário, tomará as atitudes cabíveis’, diz um trecho da nota.

Vítima, caros meus, é uma travesti analfabeta, que por falta de opção e medo de morrer doente e sem um tostão vê e aproveita em uma oportunidade única de fazer seu bolso melhorar.

Respostas falsas e medíocres

Mais perguntas… O que será que o seu Zé do Caroço deve estar falando no boteco da esquina? ‘Sou fã de um veadão?’ Realmente, isso deve estar mexendo com o estigma hetero-normativo de boa parte dos fanático-machisto-futebolistas do país do futebol.

A espetacularização da notícia é o jornalismo padrão, seja da emissora padrão, que tomou partido por Ronaldo, óbvio, pois futebol rende muito para ela; seja das demais, um pouco menos prestigiadas pelos bucéfalos de plantão.

Então, temos o mais novo folhetim onde a mocinha não é mocinha, o vilão é o mocinho porque disse que não pegou a mocinha. Nossa, com um argumento desses, talvez a novela das 8 voltasse a bater 90 pontos, como há duas décadas atrás. E o final? Como disse anteriormente, prefiro fazer perguntas, sejam tolas ou não, do que dar respostas falsas e medíocres. O que você acha?

******

Ator não-global, diretor teatral, cantor, escritor e jornalista, Florianópolis, SC

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem