Sábado, 17 de Novembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1013
Menu

JORNAL DE DEBATES >

Pesquisador da al-Qaeda escala edifício do NYT

09/07/2008 na edição 493

A última moda em Nova York é escalar o edifício do jornalão New York Times, no centro de Manhattan. Ainda não tinha amanhecido quando a polícia prendeu o ativista David Malone, de 29 anos, que, durante a madrugada, subiu pela frente do prédio até o quinto andar, onde colocou uma faixa. Passaram-se horas até que os policiais decidissem se deviam ir atrás de Malone – que continuou subindo até o 11º andar – ou esperar que ele se rendesse.


O jornal Daily News afirmou, em sua página na internet, que recebeu uma ligação de um homem que se dizia o escalador. David Malone, de Connecticut, dizia ter abandonado a Universidade de Michigan para se dedicar ao estudo da organização terrorista al-Qaeda. A polícia confirmou a identidade do homem, que foi algemado e levado em uma ambulância.


Faixa branca


O ativista é a terceira pessoa a escalar o prédio de 52 andares nas últimas cinco semanas. No início de junho, com diferença de horas, o francês Alain Robert, conhecido como ‘homem aranha’, e o americano Renaldo Clarke subiram pelas paredes do edifício – que, formadas por ripas, facilitam a escalada. Robert é famoso por rodar o mundo escalando prédios sem permissão. Clarke afirmou que seu objetivo era chamar a atenção para o problema da malária.


Na faixa branca pendurada por Malone havia papéis vermelhos, que também foram colados nas janelas dos andares por onde o escalador passou. No fim de junho, o Conselho Municipal de Nova York propôs uma lei que torna ilegal escalar ou pular de edifícios com altura superior a sete metros. Informações de Sewell Chan [The New York Times, 9/7/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem