Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

JORNAL DE DEBATES > DEFESA DOS ANIMAIS

Peta critica imagens de abuso em canal do Hamas

21/08/2007 na edição 447

O grupo americano Peta – Pessoas pela Ética no Tratamento de Animais afirmou, na semana passada, que enviará uma carta de protesto à emissora al-Aqsa, administrada pelo Hamas e com sede em Gaza, depois que um vídeo que mostra animais sendo maltratados foi exibido no YouTube. ‘É chocante e doentio’, opina Martin Mersereau, gerente da divisão de abusos contra animais domésticos do Peta.

Homem-abelha

O vídeo foi exibido originalmente há 15 dias em um programa da emissora, que alega que a finalidade era ensinar as crianças a não maltratar os animais. No trecho que está no YouTube, um ator vestido de abelha maltrata gatos e leões no zoológico de Gaza. De volta ao estúdio, ele é repreendido pela apresentadora do programa, que diz às crianças que o comportamento da abelha é terrível. ‘Qualquer lição contida no vídeo não funcionará com as crianças, que estão mais passíveis a imitar a cena do que a entender que o comportamento é errado’, avalia Mersereau.

O veterinário do zoológico, Saoud al-Shawa, disse não ter sido consultado antes da filmagem, mas não critica a atitude da TV e não culpa as crianças por comportamentos agressivos com animais no local. ‘A culpa é do ambiente violento em que elas vivem’, diz. Israel retirou as tropas da Faixa de Gaza em 2005. O Hamas tomou controle sobre o território em junho, depois de uma guerra civil com a facção política Fatah. Informações de Corinne Heller Wed [Reuters, 15/8/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem