Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

JORNAL DE DEBATES > ELEIÇÕES 2010

Primeiro ou segundo turno tem culpado?

Por Eduardo R. Gomes em 05/10/2010 na edição 610

Esta eleição teve e tem um sem número de absurdas especulações, levantadas por jornais e revistas, que, no mínimo, surpreendem e surpreende ainda mais o fato de que não acabam. Uma mais recente delas é de quem seria a ‘culpa’, no Partido dos Trabalhadores, se a eleição for para o segundo turno, especulação esta divulgada quatro dias antes do dia do exercício do voto, ou seja, na quarta-feira, dia 29 de setembro.

Tendo como fonte da informação um inusitado grupo caracterizado como ‘muita gente’ do próprio partido que não se manifestará sobre isso ‘em público’, afirma um jornal que, para tal grupo, a culpa seria do presidente da República e, digamos, seus supostos ‘excessos’ contra os adversários e a imprensa. E, de outra parte, outra possibilidade de culpa, oriunda do mesmo grupo, também recairia sobre o próprio presidente, que teria se envolvido demais na campanha em favor de seus aliados, por ter dado a eleição da candidata da coligação liderada pelo PT no primeiro turno como certa.

Democracia merece informações melhores

Ora, eu tenho uma terceira opinião, nesse caso pessoal, identificada e pública: a de que é impossível atribuir culpa a alguém em um processo tão complexo como esse. Só um jornalismo muito simplista, ou afeito a questões absurdas, pode se ocupar de tal tipo de questão. A isto complementaria que teremos segundo turno se um dos concorrentes não obtiver maioria dos votos válidos. E estamos conversados.

Como culpar alguém ou alguma coisa por um desdobramento ou outro das eleições, que é um longo e complexo processo político, perpassado por questões sociais, jurídicas, econômicas e culturais, entre outras tantas? Seria como dizer que a culpa da morte de um suicida foi a última gota de veneno que ele ou ela teria ingerido.

A democracia brasileira, que viceja irreversivelmente desde 1990, merece informações de melhor qualidade.

******

Professor de Ciência Política, Universidade Federal Fluminense

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem