Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1018
Menu

JORNAL DE DEBATES >

Protesto ameaça serviço da AP em francês

22/04/2008 na edição 482

Um protesto de funcionários da Associated Press contra um possível investidor do serviço em língua francesa da agência de notícias americana quase levou ao encerramento total do serviço, criado em 1945. O grupo Bolloré anunciou, na semana passada, a retirada de seu lance pela compra da empresa depois que a equipe da AP na França votou pelo bloqueio da venda. Pierre-Yves Glass, presidente da AP France, disse que os possíveis compradores ficaram apavorados com a reação negativa da equipe, que se recusou a conversar com eles e respondeu à proposta de compra com declarações ‘incendiárias, ofensivas e difamatórias’.

A administração americana da agência enviou um e-mail aos seus 25 funcionários em tempo integral da redação francesa para anunciar que o funcionamento do serviço em língua francesa poderia ser encerrado. Segundo o texto, a direção estaria ‘estupefata’ com a atitude da equipe, já que, por conta de ‘prejuízos crônicos’, a compra seria a única alternativa viável para garantir a sobrevivência do serviço, que conta ainda com o trabalho de 60 freelancers.

Um porta-voz do sindicato dos funcionários, no entanto, disse que a equipe estava satisfeita com o cancelamento da compra e que continuaria a tentar convencer a AP de que há outras soluções possíveis. O grupo Bolloré possui o canal privado de TV Direct 8 e dois jornais gratuitos, o Direct Matin Plus e o Direct Soir. Informações da AFP [17/4/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem