Domingo, 18 de Novembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1013
Menu

JORNAL DE DEBATES >

Quem forma a opinião dos ‘formadores de opinião’?

Por Venício A. de Lima em 14/10/2008 na edição 507

A terceira edição da pesquisa Barômetro de Imprensa, divulgada na quinta-feira (9/10), traz alguns dados interessantes sobre os jornalistas brasileiros. Quinhentos e sessenta e três profissionais de mídia (320 de meios impressos, 111 de veículos online, 77 de TV e 55 de rádio) responderam ao questionário enviado por e-mail, em setembro, aos 39.772 listados no mailing da Maxpress. A pesquisa é realizada bimestralmente pela FSB Comunicações e seu relatório completo está disponível aqui [arquivo PDF, 1,5 MB, arquivo em zip].

Vale a pena listar alguns dos resultados:

1. A internet ultrapassou o jornal impresso como principal fonte de informação no trabalho dos jornalistas. Para 57% dos entrevistados, sites e blogs da internet constituem as principais fontes de informação usadas cotidianamente no trabalho jornalístico.

2. Apesar da internet, os jornais são lidos diariamente pela maioria dos jornalistas de todas as mídias pesquisadas, em índices superiores a 80%.

3. A Folha de S.Paulo é o jornal mais lido pelos profissionais de mídia em São Paulo: ele foi indicado por 73,1% dos entrevistados, contra 62,7% de O Estado de S. Paulo (cada jornalista podia fazer até duas indicações).

4. No Rio de Janeiro o preferido é O Globo (69%) e Folha aparece em segundo lugar, com 32,2% das indicações.

5. Nos resultados apurados com os 208 jornalistas entrevistados nos demais estados (excluindo Rio e São Paulo), o nome na liderança é a Folha de S.Paulo, seguida pelo Estado de S. Paulo e pelo Globo (ver abaixo).

Formador de opinião número 1

O resultado mais interessante, todavia, refere-se ao profissional mais ouvido/lido/assistido e mais admirado: o jornalista Arnaldo Jabor, das Organizações Globo, aparece em primeiro lugar em ambas as categorias.

Cada entrevistado tinha a opção de votar em até três nomes na categoria ‘jornalista ou colunista mais lido ou ouvido’ e indicar apenas um na questão ‘jornalista/colunista mais admirado’. Jabor só perde a liderança no item ‘jornalista/colunista mais admirado’ entre os profissionais online, que escolheram preferencialmente Heródoto Barbeiro e Elio Gaspari (ver quadros abaixo).

Jornalistas/colunista mais lidos ou ouvidos

Jornalista/colunista mais admirado

Lições da pesquisa

Recomendo que o eventual leitor não deixe de examinar o relatório completo da pesquisa para tirar suas próprias conclusões. Lembro, no entanto, que já faz tempo os estudos no campo da produção das notícias (newsmaking) evidenciam que, na seleção das matérias a serem noticiadas, jornalistas se utilizam de referências ao grupo de colegas e às fontes, preferencialmente às referências ao seu próprio público. Enquanto o público em geral é pouco conhecido pelo jornalista, o seu contexto profissional imediato exerce uma influência decisiva na seleção do que vai ser noticiado.

Dito de outra forma: a origem principal das expectativas, das orientações e dos valores profissionais dos jornalistas não é o público para o qual escrevem, mas, sobretudo, o grupo de referência constituído por colegas e fontes.

Combinando essas indicações teóricas com os resultados da mais nova pesquisa Barômetro de Imprensa é possível compreender melhor quem de fato forma a opinião dos ‘formadores de opinião’ na grande mídia brasileira.

******

Pesquisador sênior do Núcleo de Estudos sobre Mídia e Política (NEMP) da Universidade de Brasília e autor/organizador, entre outros, de A mídia nas eleições de 2006 (Editora Fundação Perseu Abramo, 2007)

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem