Domingo, 23 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

JORNAL DE DEBATES > AL-JAZIRA

Rede adia lançamento de canal internacional

30/05/2006 na edição 383

O lançamento da versão internacional da rede de TV al-Jazira, em língua inglesa, foi adiado para setembro devido a uma série de problemas técnicos e atrasos na construção das sucursais em Londres, Doha, Kuala Lumpur e Washington, como informa Leigh Holmwood [The Guardian, 24/5/06]. Uma porta-voz do canal não quis divulgar uma data de lançamento oficial.

A emissora do Catar havia planejado lançar o serviço em inglês em abril deste ano e, segundo uma fonte anônima, os executivos da rede estão ficando cada vez mais incomodados com a demora. ‘Os chefes do serviço em inglês estão preocupados com a ‘interferência’ dos donos árabes da al-Jazira, que, por sua vez, têm receio de que o novo canal se torne uma ‘versão inferior da BBC ou da CNN’ e seja ‘mal-administrado por ocidentais não-muçulmanos’, revelou a fonte. A rede árabe acredita ser difícil assegurar a distribuição do novo canal no mercado americano. No Reino Unido, um acordo já foi feito com a Sky Digital para sua transmissão.

Concorrência

O al-Jazira International será concorrente dos canais CNN e BBC e focará na cobertura do Oriente Médio. Em contrapartida, a BBC anunciou planos de lançar um canal em árabe em 2007 – o editor de notícias será o ex-executivo da al-Jazira Salah Negm.

O al-Jazira International também já anunciou destaques de sua equipe. A apresentadora Barbara Serra, do Channel Five, ficará na sucursal de Londres. Kimberly Halkett, da rede canadense Global National, será âncora em Washington. Joanna Gasiorowska, da ITV, e Rahul Pathak e Andrew Richardson, do Five News, apresentarão um programa semanal de esportes.

A al-Jazira foi lançada em 1996 no Catar e tornou-se conhecida mundialmente durante os ataques americanos ao Afeganistão, em 2001. Ela foi a única rede de televisão a cobrir o conflito em Cabul. O canal costumava ser duramente criticado por transmitir mensagens do líder do grupo terrorista al-Qaeda, Osama bin Laden, assim como vídeos de reféns ocidentais no Iraque. Na guerra do Iraque, a sucursal da TV em Bagdá foi bombardeada por forças americanas, que afirmaram posteriormente que o ataque foi apenas um acidente.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem