Segunda-feira, 22 de Julho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1046
Menu

JORNAL DE DEBATES >

Repórteres de Watergate defendem sigilo de fontes

13/12/2005 na edição 359

Em rara aparição pública em conjunto, os jornalistas Bob Woodward e Carl Bernstein falaram na semana passada para uma platéia na Universidade de Harvard. Os hoje veteranos jornalistas ficaram famosos por, quando eram apenas jovens repórteres, denunciarem o escândalo Watergate – que culminou na renúncia do presidente Richard Nixon. Em Harvard, eles discursaram sobre a atual polêmica da proteção do sigilo de fontes no jornalismo americano e disseram que estão preocupados com a verdadeira perseguição sofrida por repórteres no caso do vazamento da identidade da agente da CIA Valerie Plame. ‘É realmente algo ruim para o jornalismo e para o país. Se continuar assim, não vamos mais ter acesso ao que realmente acontece no governo’, afirmou Woodward. ‘Esta investigação expôs a falsidade, as mentiras e o desejo da presidência de ir atrás daqueles que discordam dela’, completou Bernstein. Informações de Glen Johnson [Associated Press, 5/12/05].



ABC anuncia substitutos de Jennings

A ABC News anunciou na semana passada os substitutos do âncora Peter Jennings, morto vítima de câncer em agosto, no World News Tonight, mais importante noticiário da rede. Os escolhidos foram Elisabeth Vargas, que apresenta o 20/20, e o correspondente Bob Woodruff. Segundo artigo de Jacques Steinberg e Bill Carter [The New York Times, 6/12/05], o anúncio veio depois que frustraram as tentativas de negociação com Charles Gibson, apresentador do Good Morning America e uma das principais estrelas da ABC. Desde a piora do estado de saúde de Jennings, os três jornalistas têm se dividido na apresentação do World News Tonight. Segundo fontes da emissora, Gibson e David Westin, presidente da ABC News, discordavam em diversos pontos da negociação, e por isso ela foi encerrada. Com a escolha de Elisabeth e Woodruff, a emissora passa a responsabilidade de seu carro-chefe a uma geração mais jovem – ambos têm menos de 45 anos.



BusinessWeek fecha edições estrangeiras

A revista BusinessWeek irá fechar suas edições impressas na Europa e na Ásia, com número ainda incerto de demissões, segundo nota de Christopher Lawton [The Wall Street Journal, 7/12/05]. A informação, passada por uma fonte que não quis ser identificada, dá conta de que a revista impressa nestas regiões, publicada pela McGraw-Hill, será substituída por versões online. Ao mesmo tempo, a edição americana passará a ser distribuída no continente europeu e na Ásia. A decisão, segundo a fonte, refletiria problemas econômicos na impressão e distribuição das duas versões, que são publicadas desde 1996.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem