Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

JORNAL DE DEBATES > VOGUE

Revista italiana faz edição especial com modelos negras

20/06/2008 na edição 490

A versão italiana da revista Vogue resolveu inovar. Quebrando um dos tabus do mundinho da moda, a publicação terá apenas modelos negras em sua edição de julho. A ausência de negros nas capas das revistas de moda é um tema delicado. A justificativa mais comum entre as publicações é que estas capas ‘não vendem’.


As fotos da Vogue serão de autoria de Steven Meisel, um dos mais badalados fotógrafos da área, e ocuparão cerca de 100 páginas da revista – acompanhadas de artigos sobre mulheres negras em temas como arte e entretenimento. Meisel fotografou ícones do mundo da moda como Naomi Campbell, Iman e Tyra Banks, entre outras.


Preconceito


Em entrevista ao New York Times, o fotógrafo classificou qualquer tipo de preconceito – ‘idade, peso, sexualidade, raça’ – de ‘ridículo’ e culpou editores de revistas, estilistas e anunciantes pelo declínio do número de mulheres negras nos desfiles de moda. ‘Já perguntei tantas vezes a meus clientes se podemos usar garotas negras [em campanhas publicitárias], e eles dizem simplesmente não’.


Segundo Franca Sozzani, editora da Vogue italiana, a decisão de fazer a edição especial foi influenciada por um grupo de protesto formado em Nova York contra a discriminação racial na indústria da moda. Ela diz que também foi inspirada pelo sucesso do democrata Barack Obama nas primárias da eleição presidencial dos EUA. A idéia da revista italiana não deve, entretanto, ser copiada por sua irmã americana. Mais tímida, a Vogue dos EUA irá publicar um artigo sobre o baixo número de modelos negras nas revistas e passarelas. Ed Pilkington [The Guardian, 20/6/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem