Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

JORNAL DE DEBATES >

RSF lista os países inimigos da internet

09/11/2006 na edição 406

Belarus, China, Cuba, Egito, Irã, Mianmar, Coréia do Norte, Arábia Saudita, Síria, Tunísia, Turcomenistão, Uzbequistão e Vietnã. Estes países formam a lista de inimigos da internet organizada pela Repórteres Sem Fronteiras. Eles são, segundo a organização, os principais culpados pela censura sistemática à rede.


‘Ninguém deveria ser impedido de divulgar notícias online ou escrever em blogs’, defendeu a RSF durante ‘cibermanifestação’ esta semana. Na tarde de terça-feira (7/11), mais de 10 mil pessoas haviam se registrado no protesto online. A cada clique, um dos buracos negros expostos no sítio da organização desaparecia.


Bloqueados e presos


No mundo inteiro, 61 pessoas – 52 delas na China – estão presas por postar o que estes países consideram ‘conteúdo subversivo’. A RSF ressaltou que estes internautas são censurados, têm suas páginas bloqueadas e são ameaçados pelas autoridades criticadas por eles. A organização incluiu em seu protesto companhias multinacionais como o Yahoo!, acusado de cooperar com o governo chinês na caça a ciberdissidentes.


A RSF, com sede em Paris, afirma que monitora casos de repressão online de diversas maneiras, entre elas por registros de casos judiciais e denúncias de detenção feitas por parentes e amigos dos internautas. O grupo foi fundado em 1985 pelo jornalista francês Robert Menard e é financiado em grande parte pela venda de sua revista, impressa três vezes ao ano. Informações de Verena Dobnik [AP, 8/11/06].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem