Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº954

JORNAL DE DEBATES > TELETIPO

Selo é fechado após livro de Simpson

23/01/2007 na edição 417

A editora americana HarperCollins anunciou na semana passada que pretende desmantelar o selo ReganBooks, informa Julie Bosman [The New York Times, 18/1/07]. A decisão de fechar o braço da empresa segue a demissão, no mês passado, da criadora do selo, a editora Judith Regan. Judith foi demitida após a polêmica causada pelo livro If I did It, onde o ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson falava sobre o assassinato de sua ex-mulher e de um amigo dela, em 1994. O livro, anunciado pela editora, foi cancelado em novembro, assim como uma entrevista com Simpson que seria exibida pela Fox. HarperCollins e Fox pertencem à News Corporation, do magnata Rupert Murdoch.



Canais levam bronca por piada com Gandhi

Dois canais de TV indianos foram repreendidos pelo governo por exibir um videoclipe que mostrava um homem vestido de Mahatma Gandhi, imitando, de maneira desajeitada, uma dança erótica. O Ministério da Informação e Radiodifusão afirmou que o clipe, que teria sido tirado de um sítio de compartilhamento de vídeos, era de ‘mau gosto’ e ordenou os dois canais privados a pedir desculpas ao país. O ministro da Informação, Priya Ranjan Dasmunsi, ressaltou que as imagens seriam uma ‘tentativa de denegrir a honra do pai da nação’ e que os canais deveriam ‘expressar suas profundas desculpas à nação por apoiar representação tão ridícula e humilhante’. Gandhi é reverenciado na Índia e no exterior como o pai da luta anticolonial e como símbolo da não-violência. Ele foi assassinado em 1948, um ano após a Índia conseguir sua independência do Reino Unido. Informações da AFP [12/1/07].



Paparazzi na mira da namorada do príncipe

O feitiço parece ter virado contra o feiticeiro. Fotógrafos sedentos por flagras da namorada do príncipe William se tornaram foco de atenção na semana passada depois que os advogados de Kate Middleton afirmaram ter coletado imagens deles em vídeo para servir de prova caso a jovem faça alguma reclamação formal. Kate se tornou alvo preferido dos paparazzi há algumas semanas depois de rumores de que seu noivado com William, segundo na sucessão do trono britânico, seria anunciado em breve. Fotógrafos chegaram a acampar em frente à casa e ao trabalho da jovem, e fotos suas estamparam as páginas de jornais em todo o país. Os advogados de Kate enviaram mensagem a editores de jornais na qual alegam que prepararam um dossiê em vídeo que mostra a invasão à vida privada dela. Os advogados disseram aceitar que há momentos em que o interesse dos fotógrafos é justificável, como quando Kate está com William em público, mas consideram que a cobertura permanente de sua vida cotidiana é exagerada. Informações de Tariq Panja [AP, 15/1/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem