Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

JORNAL DE DEBATES > UOL

Tereza Rangel

20/11/2007 na edição 460

‘Sou assinante UOL e tenho o portal como minha página inicial. Escrevo para comentar um fato que tem me chamado atenção nos últimos tempos: a falta de atualizações do portal nas madrugadas. Compreendo que é um período com menos acessos e menos notícias, mas às vezes ocorre um certo exagero, como hoje, madrugada do dia 15 de novembro.

A seleção feminina de vôlei do Brasil está disputando no Japão a Copa do Mundo, torneio que classifica três equipes para as olimpíadas de Pequim. Nesta noite, o Brasil tinha uma partida decisiva contra a Sérvia. Se perdesse, dificilmente asseguraria a vaga neste torneio. Se ganhasse, estaria praticamente classificado.

Comecei a assistir à partida na TV, mas dormi. Ao acordar, por volta de 4h15, liguei o computador e entrei no UOL para saber o resultado. Não havia chamada na home. Entrei na seção de Esportes. Também não havia manchete sobre o jogo. Nada também em Últimas Notícias de Esporte e nada na seção Resultados do Dia. Insisti no portal. Entrei na Folha Online e nenhuma manchete. Aí desisti, entrei no Terra, li a chamada na home (com foto), acessei a notícia (publicada às 2h44) e fiquei sabendo da vitória brasileira. Ainda sem acreditar que o UOL não tivesse dado nenhuma notícia sobre a partida, voltei ao portal e fui encontrar uma notícia publicada apenas na seção Em Cima da Hora da Folha Online. Além de escondida, a notícia foi publicada com atraso (3h50, mais de uma hora depois da publicação no Terra). Um mínimo de previsão para acompanhar fatos que estão previstos para acontecer na madrugada evitaria tamanho desdém com a seleção feminina e com os poucos leitores que acessam o portal na madrugada. Somos poucos, mas também merecemos um mínimo de respeito…´

Obrigado pela atenção,

Flávio Cintra do Amaral

A ombudsman levou o caso à redação. A resposta reitera a queixa do assinante. A redação do UOL dispõe de um jornalista responsável por atualizar a home page do portal das 23h às 6h em dias úteis e conta com jornalistas trabalhando de madrugada apenas em eventos especiais ou momentos excepcionais, como, por exemplo, o acidente aéreo da TAM em São Paulo. Em situações consideradas de emergência, segundo a redação, o plantonista entra em contato imediato com outros editores da home page ou responsáveis pelas editorias específicas. No mais, vale-se do plantão da Folha Online, que, na ausência do plantonista da home do UOL, entra em contato com os editores.

Segundo a redação, ´em linhas gerais, medidas estão sendo tomadas e serão implementadas em breve para que a cobertura 24 x 7 seja possível no portal´.

A redação afirma que houve um erro de avaliação editorial no caso do jogo de vôlei. Por isso, ninguém foi destacado para acompanhar o evento durante a madrugada e atualizar as páginas de esporte e home page do portal. Desavisado, o plantonista demorou a levar o assunto à home page.

A Folha Online publicou a nota às 3h50. Foi para a home page do portal apenas às 6h43 na primeira foto das rotativas da home, com link de texto no álbum inicialmente para a nota da Folha Online, trocada por texto do UOL Esporte tão logo este foi publicado. E este foi publicado depois das 8h, quando o primeiro plantonista de UOL Esporte chegou. Após o texto ter sido produzido, às 8h34, foi manchete do UOL Esporte, e seguiu na home do site durante toda a quinta-feira, informa a redação.

Muito lento e muito pouco para quem diz oferecer o melhor conteúdo e briga pelo primeiro lugar na audiência de notícias e de esportes.

***

Valorização do conteúdo (14/11/07)

Uma mudança importante está acontecendo, não sem tempo, no conteúdo do UOL: cresce o espaço editorial nas home pages de estações, que vinha sendo espremido por áreas comerciais nos últimos anos. Isso valoriza o conteúdo, slogan do portal.

Primeiro, foi a de Economia, no final de outubro. Nesta madrugada, a de Educação, que ganhou uma estação inteiramente nova (e sobre a qual falarei em breve). Agora à tarde, a de Esporte, a mais surpreendente de todas.

Antiga home de Esporte: mancha azul era ocupada por links patrocinados

Nova home de Esporte: mais espaço para valorizar o conteúdo

A alteração deve-se à saída dos links patrocinados da parte direita das homes. Eles migraram para o pé da página, permitindo um pouco de fôlego ao conteúdo, que agora, nessas estações, ocupa todo o espaço de 800 pixels. Em UOL Esporte, a diferença é notável. A foto cresceu para 284 x 200 pixels. Na home page do UOL, por exemplo, o máximo é de 208 x 146 pixels.

Em relação a parte da concorrência, porém, a mudança ainda é tímida. Outros portais limitam a publicidade em suas páginas a banners e patrocinadores, sem ter áreas inteiras para venda de produtos nas homes, como acontece no UOL.

Home do UOL ainda fica espremida por área comercial (em vermelho)

Para que a mudança seja notável de forma geral, seria bom que a novidade atinja também a home page do portal.

***

Sessão aberta. Conteúdo fechado (13/11/07)

Está na hora de o UOL fazer uma reflexão sobre conteúdos fechados a não-assinantes. A ombudsman tem recebido queixas de internautas que não entendem o critério de deixar conteúdos exclusivos a assinantes que, em concorrentes, podem ser vistos livremente.

A sessão da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado está reunida para discutir a prorrogação da CPMF (o imposto do cheque). Todos os portais estão acompanhando o caso. Todos transmitem ao vivo a sessão. Todos reproduzem as imagens captadas pela TV Senado, inclusive o UOL. O UOL, porém, é o único a permitir que apenas assinantes tenham acesso a esse conteúdo, porque a política da empresa é, na maioria das vezes, deixar todo o conteúdo do UOL News só para assinantes.

O UOL é o único portal a impedir o livre acesso ao vídeo da sessão da CCJ

Acontece que a transmissão da sessão está longe de ser exclusiva. O não-assinante que se interessar em ver no UOL não conseguirá e, possivelmente, vai correr para a concorrência e não para a página de assinaturas do portal. Perde o visitante (que tem de procurar o vídeo em outro lugar). Possivelmente perde o UOL. O assinante não ganha nada, posto que o material não é exclusivo (até pode perder, se tiver de colocar nome e senha para acessar o vídeo).’

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem