Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

ENTRE ASPAS > FIM DE SEMANA, 17 E 18/02

Terra Magazine

19/02/2007 na edição 421


INTERNET
Caique Severo


Blackberry: conectado em qualquer lugar, 7/02/06


‘Finalmente comprei um Blackberry. Para quem não sabe, é um telefone que tem
acesso rápido à internet o tempo todo. Pagando um preço fixo por mês (R$ 79)
posso ficar com ele conectado 24 horas. É um vício.


Ainda não é a internet móvel de verdade porque o navegador de web não é tão
confortável assim. Muitas páginas ficam desconjuntadas, mesmo no Opera Mini, um
browser feito para celulares. Mas o forte são os aplicativos desenvolvidos
especialmente para o aparelho.


Estou usando o Gmail e Gtalk para Blackberry. O Gmail tem quase todas as
funções do leitor de email pela web do Google, inclusive teclas de atalho. Por
exemplo, para apagar uma mensagem, posso digital D. O Gtalk é ainda mais
impressionante porque posso ficar conectado ao messenger do Google o dia
inteiro, no carro, no elevador, na cama. No sábado conversei com uma amiga que
estava em lua de mel na Bahia enquanto minha namorada fazia compras. O que ela
estava fazendo conectada durante a lua de mel eu não sei.


A diferença desses aplicativos para Blackberry é que eles usam um conceito
chamado push (empurrar em inglês) e funcionam de maneira ativa enquanto estão
conectados. Por exemplo, o programa de email do Blackberry avisa quando existem
mensagens novas na sua caixa postal com uma luz diferente ou um som. No Gtalk,
se você está em uma conversa com alguém, aparece um ícone na tela se há uma nova
frase do seu interlocutor.


Tudo isso funciona como num computador, de forma multitarefa. Ou seja, você
pode deixar o Gtalk ligado enquanto faz uma ligação de voz ou consulta a sua
agenda. A única reclamação até agora é que a experiência de instalação foi meio
truncada. O programa de instalação que veio com o aparelho deu pau no final do
processo de setup. Tive que baixar uma nova versão do site da empresa. O site,
aliás, é cheio de erros, com páginas de modelo no ar como se fossem conteúdo.


Agora sei que mais do que uma crônica é uma previsão o texto de Luis Fernando
Veríssimo da semana passada dizendo que no futuro os homens terão dedos fininhos
para digitar nesses teclados minúsculos de celular.


Caique Severo é jornalista e trabalha com internet desde 1995. É diretor de
serviços de valor agregado de comunicação da DM9DDB.


Fale com Caique Severo: caiquesevero@terra.com.br’


******************


Clique nos links abaixo para acessar os textos do final de semana
selecionados para a seção Entre Aspas.


Folha
de S. Paulo


O
Estado de S. Paulo


O
Globo


Veja


Negócios
da Comunicação


Comunique-se


Direto
da Redação


Último
Segundo


Terra
Magazine

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem