Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

JORNAL DE DEBATES > PEQUIM 2008

Venda de publicações estrangeiras ampliada nos Jogos

11/07/2008 na edição 493

A China irá ampliar a venda de revistas e jornais estrangeiros durante os Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto. As publicações serão vendidas em quiosques montados em áreas de passagem de atletas e jornalistas internacionais que cobrirão o evento. Geralmente, o país limita a comercialização de títulos estrangeiros a hotéis e lojas freqüentadas por estrangeiros, para garantir que a população chinesa tenha pouco acesso a eles. O governo também bloqueia alguns sítios de notícias e canais como CNN e BBC são restritos a hotéis, escritórios e condomínios ocupados por estrangeiros.


De acordo com um funcionário do departamento de periódicos da Companhia Nacional de Importação e Exportação de Publicações da China, cerca de 30 jornais e revistas do Reino Unido, EUA, França, Itália e outros países estarão à venda em Pequim durante os Jogos. Segundo o jornal China Daily, em língua inglesa, os organizadores tentam conseguir que os jornais internacionais sejam entregues no mesmo dia de sua publicação.


Normalmente, assinantes de publicações estrangeiras recebem a encomenda no fim do dia, embrulhada em um envelope de plástico azul. Censores chineses por vezes cortam ou colam páginas que contêm matérias consideradas sensíveis ao governo ou críticas ao Partido Comunista. Recentemente, foram eliminadas diversas páginas de uma edição especial da National Geographic sobre a China. Informações de Christopher Bodeen [AP, 10/7/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem