Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

MEMóRIA > RODOLFO KONDER (1938-2014)

Vai-se um protagonista, fica sua História

Por Instituto Vladimir Herzog em 06/05/2014 na edição 797

Faleceu no dia 1º de maio Rodolfo Konder, que, acima e além de jornalista e escritor, desempenhou papel de fundamental importância na derrocada da ditadura no Brasil.

Ao arrostar os agentes da repressão, denunciando a tortura e assassinato de Vladimir Herzog no DOI-CODI de São Paulo, Rodolfo tornou-se o pilar inicial e indispensável da ação declaratória impetrada pela família Herzog, que culminou em 1978 na condenação do Estado brasileiro pelo crime, por sentença judicial.

Antes de se tornar preso político, juntamente com Vlado, ao retornar do exílio em 1975, Rodolfo trabalhou em vários dos principais jornais e revistas do Brasil. Foi também professor de Jornalismo, secretário da Cultura da Prefeitura de São Paulo e um dos fundadores da Anistia Internacional no Brasil.

Autor de diversos livros, Rodolfo Konder era ainda o diretor do Conselho Consultivo da Representação em São Paulo da ABI-Associação Brasileira de Imprensa.

Ao lamentar profundamente seu falecimento, após persistente enfermidade, o Instituto Vladimir Herzog expressa a certeza de que o nome de Rodolfo Konder, valoroso e solidário em tempos penosos, será para sempre lembrado com honra e carinho, não só por todos os que tivemos o privilégio de conhecê-lo pessoalmente, mas também nas páginas da História da democracia brasileira.

******

www.vladimirherzog.org.br

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem