Domingo, 19 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

MEMóRIA > IVAN LEMOS DE CARVALHO (1944-2014)

O jornalista político e os óvnis

Por Fabrício Lobel em 13/05/2014 na edição 798
Reproduzido da Folha de S.Paulo, 11/5/2014; intertítulo do OI

Ivan de Carvalho foi por quatro décadas jornalista na Bahia. Acompanhou de perto os maiores casos da política do Estado e do país. Suas colunas eram intensamente lidas na Tribuna da Bahia.

No entanto, Ivan tinha uma frustração: nunca ter visto um óvni. Quando tinha cerca de 15 anos, surgiu em sua cidade, Itiúba, no interior baiano, a história de que um disco voador havia passado por lá. O garoto, no entanto, não estava na cidade, mas em um colégio interno no município vizinho. Ivan só pôde escutar decepcionado a história que os amigos e a família contavam com detalhes.

O assunto passou a fascinar o garoto. Estudou com seriedade o tema. Em conversas com os amigos, se alguém fizesse graça ou insistisse em duvidar do assunto, Ivan não se irritava, simplesmente ria e emendava outra conversa.

Um importante jornalista de política

Falava com desenvoltura sobre tudo: FMI, alianças partidárias, Congresso Nacional, crise fiscal etc.

Formou-se em Direito pela UFBA, em 1968, na mesma turma da ministra aposentada do STJ Eliana Calmon. Mas Ivan apaixonou-se pelo jornalismo. Mesmo recebendo propostas para outros empregos, não abandonava os jornais.

Morreu na terça-feira (6/05), aos 69 anos, devido ao agravamento de uma infecção pulmonar.

A família recebeu condolências do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), do governador da Bahia, Jacques Wagner (PT), além de parlamentares baianos. Quase sempre as notas descreviam Ivan como um dos mais importantes jornalistas de política da Bahia.

******

Fabrício Lobel, da Folha de S.Paulo

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem