Domingo, 25 de Fevereiro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº975

MEMóRIA > JOSÉ VARELLA (1957-2012)

O repórter-fotográfico birrento

Por Ricardo Noblat em 24/12/2012 na edição 726
Reproduzido do blog do autor, 19/12/2012; título original “José Varella, repórter-fotográfico”

O jornalismo perdeu um dos seus grandes nomes – e eu um amigo querido.

José Varella, nascido em Natal, Rio Grande do Norte, 55 anos, repórter-fotográfico, morreu esta manhã [quarta-feira, 19/12], em Brasília, depois de lutar contra um câncer no pulmão durante mais de um ano.

Deixou quatro filhos, belas lições de vida e um acervo de fotografias marcantes dividido entre os lugares onde trabalhou – Jornal do Brasil, O Estado de S. Paulo, Correio Braziliense, revista IstoÉ e Agência Senado.

Foi um profissional birrento. Mas sua birra sempre esteve a serviço da cobrança por melhores condições de trabalho, melhores equipamentos e, finalmente, melhores fotos.

Dominou a arte da fotografia a ponto de fazer com ela o que quisesse. Mas o que sempre quis foi ser repórter fotográfico.

Suas fotos não registravam apenas um momento que na maioria das vezes ele enxergava melhor do que os outros – quase sempre contavam uma história. Ou um pedaço de história.

Competitivo pela própria natureza do seu ofício, passou pela vida como um passarinho – sem fazer mal a ninguém.

***

[Ricardo Noblat é jornalista]

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem