Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1064
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

FCC quer transparência de emissoras sobre propaganda política

08/05/2012 na edição 693

Em um esforço para melhorar a transparência de campanhas políticas, a Comissão Federal de Comunicações dos EUA (FCC, na sigla em inglês) votou na semana passada para aprovar um regulamento que obriga emissoras de televisão a publicar online registros públicos, incluindo informações sobre propaganda política exibida em sua programação.

Todas as informações de gastos políticos em propaganda terão de ser enviadas a um banco de dados central da FCC disponível para visualização pública online. Pelos próximos dois anos, o regulamento só se aplicará às quatro principais emissoras do país e suas afiliadas (ABC, NBC, CBS e Fox) nos 50 principais mercados televisivos americanos – o que corresponde a cerca de 200 estações. As demais emissoras do país terão até julho de 2014 para cumprir a nova regra.

Emissoras de notícias se opuseram à regra da FCC, alegando que o fornecimento de informações detalhadas sobre quanto custa cada anúncio – em vez do valor total da campanha – revelará dados sensíveis sobre valores publicitários. A FCC alega que, por ser pública – apenas não disponível online – a informação já seria usada por concorrentes. Emissoras de TV ganharão juntas cerca de US$ 3 bilhões (em torno de R$ 5,7 bilhões) em receita publicitária durante a campanha eleitoral deste ano. Informações de Summer Harlow [Knight Center for Journalism in the Americas, 30/4/12].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem