Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1063
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Novas regras de medição beneficiam jornais

08/05/2012 na edição 693

Jornais nos EUA ganharam leitores nos últimos seis meses, em comparação ao mesmo período do ano anterior, revelou o Audit Bureau of Circulations, órgão que verifica a venda e circulação de jornais. Nacionalmente, a tiragem diária cresceu 0,68% – tanto na versão digital quanto impressa em 618 jornais. Já a circulação dominical aumentou 5% em 532 jornais. E, na média, a circulação digital (que inclui tablet, aplicativos para smartphones, sites com acesso restrito ou edições para e-readers) representou 14,2% do mix total dos jornais, mais do que os 8,66% registrados em março de 2011.

O New York Times registrou ganho de 73% na tiragem, obtido em grande parte pela receita digital. As assinaturas diárias digitais do Times excederam as impressas. Já a tiragem dominical do Washington Post caiu 15,6%, de 852.861 para 719.301, e a diária caiu 7,84%, de 550.821 em março de 2011 para 507.615 em março deste ano. O Post registrou 19.291.000 usuários únicos do seu site, comparado a 32.364.000 doTimes.

Estes resultados são o segundo conjunto compilado sob as novas regras de medição de circulação, implementadas em setembro de 2010. Como o Audit Bureau of Circulations divulga tais resultados a cada seis meses, esta é a primeira oportunidade em 18 meses para fazer comparações válidas, aponta Rick Edmonds, do Instituto Poynter. Não se sabe, ainda, se estas comparações serão úteis para os anunciantes.

Vantagem para as editoras

As novas regras permitem que editoras contem de variadas maneiras assinantes para diversos produtos, múltiplas vezes. Réplicas digitais, edições especiais como jornais em espanhol e assinaturas digitais podem ser contadas de acordo com as preferências das editoras, permitindo que as organizações dobrem ou tripliquem assinaturas se cobrarem por acesso a uma ou múltiplas plataformas digitais. Se as editoras tirarem vantagem desta possibilidade, isso só será visto quando elas divulgarem seus resultados no meio do ano.

Mas já se consegue ver, em alguns jornais, os benefícios da nova regra. Os números de domingo doHouston Chronicle, por exemplo, subiram 55,95% e incluem 390.617 cópias de edições limitadas. Aos domingos, estas edições incluem o La Voz de Houston, em espanhol, e o The Good Life, edição de final de semana que vai para não assinantes. Segundo Brendan Butler, gerente de pesquisa do Chronicle, o The Good Life representa 307 mil edições do total dominical. Se estas edições limitadas saírem da contagem, a tiragem média impressa e digital de domingo ficaria em 526.317 em março de 2012 – ainda assim um aumento comparado ao ano anterior, que foi de 512.142. Informações de Andrew Beaujon [Poynter, 1/5/12].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem