Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

MONITOR DA IMPRENSA > GRAMPOS TELEFÔNICOS

Novos casos contra a News International à vista

26/06/2012 na edição 700
Tradução e edição: Leticia Nunes

Mais 20 supostas vítimas de grampos telefônicos devem abrir ações contra a News International em breve, segundo informações do jornal Guardian [22/6], levando a um total de 70 casos na justiça. Além disso, a News Corporation, grupo de mídia do magnata Rupert Murdoch e dono da News International, que publica jornais no Reino Unido, teria aceitado mais 64 acordos com vítimas de grampos pelo tabloide News of the World. O jornal foi fechado em julho de 2011 em meio ao escândalo.

Acredita-se que o número de pessoas entrando com ações contra a News International vá aumentar ainda mais. Desde abril, a Polícia Metropolitana já recebeu 286 pedidos de abertura de provas ligadas aos grampos, entre elas as anotações do detetive particular Glenn Mulcaire, que prestava serviços para o News of the World. Entre as pessoas que já apresentaram queixas estão o jogador de futebol Wayne Rooney; o pai do jogador David Beckham, Ted; e a mulher do ex-premiê Tony Blair, Cherie.

Análise de iPhones

Também foi informado pelo advogado Hugh Tomlinson, que representa as vítimas, que a News International reteve os iPhones de três executivos da empresa e tenta recuperar mais um, em busca de dados para a investigação. No entanto, Michael Silverleaf, advogado da companhia, afirmou ao juiz que pelo menos um dos aparelhos já foi checado e não continha nenhuma nova informação sobre o caso. Silverleaf afirmou que considera a análise dos iPhones algo “completamente sem sentido”.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem