Terça-feira, 26 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº959

MONITOR DA IMPRENSA > EXPANSÃO

New York Times lança site em chinês

03/07/2012 na edição 701
Tradução e edição: Leticia Nunes

O New York Times lançou, na semana passada, um site em língua chinesa, como parte de um plano para ampliar o conteúdo do jornalão americano para leitores internacionais. O cn.nytimes.com traz cerca de 30 artigos por dia sobre temas nacionais, estrangeiros e culturais, além de editoriais. Segundo o editor de internacional do Times, Joseph Kahn, cerca de dois terços dos textos serão traduzidos do conteúdo original do jornal, e um terço será escrito por editores chineses e jornalistas freelancers locais. Funcionários do Times baseados em Pequim, Xangai e Hong Kong serão responsáveis pelo conteúdo, assim como 30 novos tradutores e editores. No release sobre o novo projeto, o diário afirma que o objetivo é atingir a crescente classe média chinesa, com “cidadãos educados e globais”.

Sem censura, espera-se

A New York Times Company, levando em consideração as questões de censura que podem surgir na China, enfatizou que não irá se tornar, oficialmente, uma empresa de mídia chinesa. O servidor do site está fora do país e a página respeitará os padrões jornalísticos do diário. Kahn afirmou que artigos do site do nytimes.com já foram bloqueados por censores chineses, mas ele espera que o governo comunista seja receptivo ao projeto em chinês. “A China opera uma vigorosa barreira [na internet]. Nós não temos controle sobre isso. Esperamos que as autoridades chinesas apreciem o que estamos fazendo”, completou.

O Times não é o primeiro jornal a lançar um site em língua chinesa. O Wall Street Journal e o Financial Times, de olho no crescimento econômico do país, já têm suas páginas. Também de olho no crescimento econômico, marcas como Bloomingdale’s, Salvatore Ferragamo e Cartier estão entre os anunciantes do site do Times. Por enquanto, o site em chinês não terá acesso pago – como ocorre com o site em inglês. “Nós temos que dar a oportunidade [de o projeto] prosperar primeiro”, afirmou Denise F. Warren, que coordena o departamento de publicidade do jornalão. Informações de Christine Haughney [Media Decoder, The New York Times, 27/6/12].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem