Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

MONITOR DA IMPRENSA > CONTEÚDO PAGO

Revista digital do Huffington Post desiste de cobrança

07/08/2012 na edição 706
Tradução e edição: Leticia Nunes

Depois de apenas cinco edições, a revista digital do Huffington Post agora é gratuita. Faz sentido: com um site cheio de conteúdo gratuito atualizado diariamente, cobrar 99 centavos de dólar por cada edição da revista – baixada em tablets – parecia uma incongruência.

O conteúdo premium da revista, batizada de Huffington, é diferente do conteúdo do site: tem artigos mais longos e aprofundados. Mas o Huffington Post reconhece que é difícil para os leitores se acostumar a pagar pela marca. “No fim das contas, nós sentimos que pedir às pessoas que pagassem pela revista era algo inconsistente com o Huffington Post em si, que nunca cobrou por seu conteúdo”, afirmou o porta-voz Rhoades Alderson.

A revista foi originalmente pensada como um produto gratuito, mas, por conta do conteúdo exclusivo, mudou-se de ideia. Na ocasião do lançamento, em junho, o editor-executivo da Huffington, Tim O’Brien, afirmou à imprensa que, por ser um “produto premium”, era preciso cobrar pelo valor oferecido aos leitores. Cinco edições depois, volta o conceito original, gratuito.

O Huffington Post foi fundado em 2005 pela ex-socialite grega Arianna Huffington como um agregador de notícias e portal de blogs. No início de 2011, foi comprado pela AOL por 315 milhões de dólares. Com informações de Adam Martin [The Atlantic Wire, 2/8/12].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem