Terça-feira, 19 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

MONITOR DA IMPRENSA > FAREED ZAKARIA

Time e CNN suspendem jornalista por plágio

14/08/2012 na edição 707
Tradução e edição: Leticia Nunes

Estaria virando moda? Depois do caso Jonah Lehrer, o escritor e jornalista Fareed Zakaria foi suspenso pela revista Time e pela rede de TV CNN, na última semana, por plagiar um artigo da New Yorker. Zakaria, de 48 anos, é colaborador da Time, apresenta o programa Fareed Zakaria GPS na CNN e é colunista no Washington Post. Nascido na Índia, tem diplomas em Harvard e Yale e é tido como um dos mais respeitados analistas de política internacional dos EUA.

O jornalista usou trechos de um artigo da edição de 23 de abril da New Yorker em uma coluna sobre controle de armas publicada na edição de 20 de agosto da Time. As similaridades entre os dois textos – o primeiro, de autoria da historiadora Jill Lepore – foram apontadas pelo site conservador NewsBusters e a história logo se espalhou pela internet ao ser divulgada no blog do crítico de mídia Jim Romenesko.

Na tarde de sexta-feira (10/8), Zakaria divulgou uma declaração pedindo desculpas. “Repórteres indicaram que parágrafos da minha coluna na Time esta semana guardam semelhanças com parágrafos no ensaio de Jill Lepore na edição de 23 de abril da New Yorker. Eles estão certos. Eu cometi um erro terrível. Trata-se de um lapso sério e é inteiramente minha culpa. Eu peço desculpas a ela, a meus editores na Time, e a meus leitores”.

Revisões e punições

A Time afirmou que a suspensão da coluna de Zakaria deve durar um mês. “A Time aceita as desculpas de Fareed, mas ele violou nossos próprios padrões para nossos colunistas, que estabelecem que seu trabalho não deve ser apenas factual, mas original”, declarou a revista.

A CNN, por sua vez, afirmou que Zakaria havia escrito um post mais curto no site da emissora sobre o mesmo tema – e que incluía trechos parecidos com os plagiados. Por conta disso, o post foi removido e a CNN suspendeu o jornalista “enquanto a questão é revisada”. CNN e Time são veículos da Time Warner.

O Washington Post afirmou que examinaria o trabalho do jornalista. “Fareed Zakaria é um colaborador valioso. Nós nunca tivemos motivo para duvidar da integridade do trabalho que faz para nós. Dada esta nova informação, pretendemos revisar seu trabalho junto com ele”, declarou Fred Hiatt, editor da página de opinião do Post.

No início do ano, o jornalista recebeu críticas por um discurso em Harvard que foi identificado como muito parecido com um discurso anterior na Universidade Duke. Em 2009, Zakaria havia sido acusado pelo jornalista Jeffrey Goldberg, da revista The Atlantic, de usar conteúdo de sua autoria sem dar o devido crédito. Informações de Christine Haughney [The New York Times, 11/8/12] e Paul Farhi [The Washington Post, 11/8/12].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem