Jornalista é morto quando estava sob custódia policial | Observatório da Imprensa - Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito
Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1000
Menu

MONITOR DA IMPRENSA > COLÔMBIA

Jornalista é morto quando estava sob custódia policial

04/12/2012 na edição 723
Tradução e edição: Larriza Thurler

O jornalista colombiano Guillermo Quiroz Delgado morreu em um hospital depois de sofrer ferimentos na cabeça enquanto estava sob custódia policial. A polícia alega que ele caiu de uma viatura, mas seus colegas e familiares acreditam que ele foi agredido e jogado no carro.

Delgado teria viajado mais de 50 quilômetros para a cidade de San Pedro para cobrir protestos contra uma empresa de energia, a Pacific Rubiales, que está sendo acusada de explorar os residentes da área. O jornalista estava trabalhando para o veículo Notisabanas e foi detido enquanto fotografava o protesto.

O Instituto Internacional de Imprensa (IPI, sigla em inglês) pediu uma investigação completa. Dois outros jornalistas foram mortos na Colômbia em 2012. Os dois assassinatos permanecem sem solução. Informações de Roy Greenslade [The Guardian, 30/11/12].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem