Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº974

MONITOR DA IMPRENSA > ÉTICA JORNALÍSTICA

Para americanos, jornalistas possuem valores éticos “regulares”

11/12/2012 na edição 724
Tradução: Rodrigo Neves (edição: Larriza Thurler)

Apenas 24% do público americano consideram que os jornalistas possuem um alto padrão de honestidade e ética, segundo uma pesquisa feita pela empresa Gallup. A pesquisa pediu para que americanos colocassem 22 profissões em ordem de honestidade e de valores éticos. Os jornalistas ficaram no meio do grupo, com 45% dos entrevistados considerando a profissão como “regular” para os parâmetros éticos. Já 24% considera que os jornalistas possuem padrão “alto”, 30% com “baixo” ou “muito baixo” e apenas 5% acha que os profissionais possuem ética “muito alta”.

No ranking de ética, jornalistas ficaram atrás de banqueiros, mas na frente de executivos, políticos, advogados e vendedores. Os profissionais de saúde possuem os lugares mais altos da pesquisa.

O lugar dos jornalistas no ranking tem sido estável nos últimos anos. O ponto mais alto foi em 2001, quando 29% dos entrevistados colocaram os jornalistas na posição de “alto” nível de ética. O ponto mais baixo foi em 2000, com 21%. Informações de Jeff Sonderman [Poynter, 3/12/12].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem