Sábado, 20 de Outubro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1009
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Jovens consomem mais notícias em aparelhos móveis

18/12/2012 na edição 725

Um novo estudo realizado pelo Projeto para Excelência em Jornalismo, do Pew Research Center, aponta que jovens adultos americanos empatam e até ultrapassam seus pais e avós em consumo de notícias. De acordo com o relatório, 37% de donos de smartphones entre 18 e 29 anos consomem notícias diariamente através de seus aparelhos. Entre os donos de 30 a 49 anos, a quantidade chega a 40%. Os números são ligeiramente maiores que os grupos entre 50 e 64 anos (31%) e mais de 65 (25%).

Os jovens leitores também são mais suscetíveis a compartilhar as notícias que leem e utilizar os anúncios publicitários nos smartphones e tablets. Leitores entre 18 e 29 anos são duas vezes mais aptos a clicarem em anúncios do que leitores entre 30 e 49 anos. Mais do que em qualquer faixa etária, um quarto dos entrevistados entre 18 e 29 anos também leem ebooks em seus tablets diariamente.

Enquanto isso, o mesmo relatório aponta que as faixas etárias mais velhas são as mais capazes de pagar por notícias. Segundo o relatório, maiores de 50 anos têm o dobro de chances de pagar uma assinatura estritamente impressa do que os menores de 50.

Como os impressos

Os maiores de 50 também são os mais prováveis a assinarem pacotes de impresso e digitais: 20% dessa faixa etária assinam os pacotes, enquanto só 12% dos menores de 50 fazem o mesmo.

No entanto, existem maus sinais para quem alimenta a ideia de que os jovens estão mudando seus hábitos em direção ao maior consumo de notícias. A pesquisa perguntou se os tablets estão substituindo as notícias que os consumidores poderiam ter conseguido em outro lugar ou estão acrescentando conteúdo ao total de notícias consumidas. Apenas 45% dos menores de 65 acham que os tablets estão acrescentando conteúdo, contra 61% dos mais velhos.

Por fim, o relatório traz uma informação interessante ao mesmo tempo em que o jornal The Daily, exclusivo para IPads, anuncia seu fim. Todas as faixas etárias preferem um layout mais parecido com os jornais impressos do que um desenho mais interativo.

A pesquisa foi realizada com 9513 adultos, sendo 4638 donos de algum dispositivo móvel, entre junho e agosto de 2012. Informações de Justin Ellis [Nieman Journalism Lab, 11/12/12].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem