Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

MONITOR DA IMPRENSA > NOVOS CAMINHOS

Revista ‘Time’ abre produtora de documentários

27/08/2013 na edição 761
Tradução de Rodrigo Neves, edição de Leticia Nunes. Informações de Christine Haughney [“Time Magazine Branches Out Into Documentary Films”, New York Times, 12/8/13]

A revista americana Time decidiu se aventurar na produção de documentários e lançou uma unidade de produção e plataforma digital batizada de Red Border Films – o nome é uma referência à moldura vermelha na capa da revista. A nova divisão irá produzir curtas mensais de 10 minutos e dois projetos anuais maiores. Alguns dos vídeos se articularão com matérias da publicação, enquanto outros serão projetos independentes.

Segundo Kira Pollack, diretora de fotografia, os editores da Time começaram a pensar em criar uma unidade para filmes após o sucesso do projeto feito para o aniversário de 10 anos dos atentados do 11/9. Intitulado de “Beyond 9/11”, ele era composto de 40 entrevistas com pessoas afetadas pelos ataques, como o ex-presidente George W. Bush e o ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani, e um documentário especial que foi exibido pela HBO e CNN. “Foi um projeto muito bem-sucedido, sobre jornalismo e histórias globais”, lembra Kira.

O primeiro documentário da Red Border, “One Dream“, foi lançado este mês, dedicado ao 50º aniversário do famoso discurso “Eu tenho um sonho”, de Martin Luther King. Entre os próximos projetos está o documentário “Ashes to Ashes” (Das cinzas às cinzas, na tradução livre), sobre a indústria de cremação.

De acordo com Kira, ao produzir apenas um documentário de 10 minutos por mês e dois grandes projetos por ano, a equipe espera poder produzir conteúdo de alta qualidade. “Teremos muito tempo para fazer coisas excelentes”, resume.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem