Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

MONITOR DA IMPRENSA > TIME INC.

Benefício para anunciantes é critério de demissão de jornalistas

26/08/2014 na edição 813
Tradução: Fernanda Lizardo, edição de Leticia Nunes. Com informações de Hamilton Nolan [“Time Inc. Rates Writers on How ‘Beneficial’ They Are to Advertisers”, Gawker, 18/8/14]; e de Ravi Somaiya [“Advertiser-Friendliness May Have Played Role in Time Inc. Layoffs”, The New York Times, 18/8/14]

A editora americana Time Inc. criou uma planilha interna para avaliar e classificar seus funcionários editoriais. A tabela foi usada como referência para realizar demissões, principalmente na revista Sports Illustrated, com pontuações dos funcionários variando de 2 a 10.

Um modelo da tabela foi fornecido pela própria editora ao Newspaper Guild, sindicato que representa parte de seus funcionários, e repassado ao site Gawker. A planilha contém critérios de avaliação como “qualidade do texto”, “impacto das reportagens”, “produtividade”, “audiência nos sites”, “mídias sociais”, “entusiasmo” e, talvez o mais controverso deles, “capacidade de produção de conteúdo benéfico para o relacionamento com anunciantes”.

Em 2013, a Time Warner anunciou que iria desmembrar a Time Inc. e, no início de 2014, a empresa demitiu cerca de 500 funcionários. Agora, o CEO Joe Ripp exige que editores de suas revistas reportem diretamente aos responsáveis pelos negócios da empresa, acabando de vez com a divisão entre os departamentos editorial e publicitário.

“Mesmo com tudo isso, ainda é possível imaginar”, diz o Gawker, “que as mais de 90 publicações da Time Inc, entre elas algumas das mais célebres revistas da história americana, continuariam a seguir as tradicionais regras éticas do jornalismo, pelo menos por dignidade. Não é o caso!”.

O representante sindical Anthony Napoli, do Newspaper Guild, confirmou que as demissões na Sports Illustrated foram baseadas nos critérios da tabela e que a relação conteúdo/anunciante pesou mais do que a qualidade editorial de seus funcionários. Ele condenou a postura da Time Inc.

Já Scott Novak, porta-voz da Sports Illustrated, emitiu um comunicado alegando que a interpretação da planilha foi errônea e que as demissões levaram em conta unicamente a experiência dos profissionais. “Esta, como tal, abrange também todas as considerações naturais para a mídia digital. Começa e termina com experiência jornalística, mas ao mesmo tempo inclui a capacidade de alcance do profissional a todas as plataformas e seu apelo para o mercado”, dizia a mensagem.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem