Terça-feira, 20 de Novembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1014
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Obama critica, mais uma vez, a imprensa americana

14/10/2014 na edição 820

Em declaração ao Comitê Nacional Democrata, o presidente dos EUA, Barack Obama, alfinetou a imprensa mais uma vez, culpando-a de espalhar negatividade e de “se concentrar demais em falsos escândalos” em vez de focar no progresso do país. Para reforçar sua argumentação, Obama apresentou uma série de dados sobre os cuidados de seu governo para com a saúde e economia.

Os comentários vieram três dias após o jornalista James Risen, do New York Times, que está sendo pressionado pela Casa Branca a depor contra uma de suas fontes, acusar o presidente americano de odiar a imprensa e de ameaçar a liberdade de imprensa no país.

O ataque verbal de Obama, no entanto, não é visto com surpresa. Ele tem apresentado uma postura cada vez mais crítica em relação a boa parte da cobertura sobre política externa, em especial no que se refere à elaboração de reportagens sobre a crise na Ucrânia e na Síria. A administração Obama tem sido considerada uma das menos transparentes da história para com os jornalistas.

Leia também

Casa Branca recebe críticas e boicote por impedir acesso de fotojornalistas

AP lista como governo Obama dificulta acesso a informação

Controvérsias e conflitos entre imprensa e Casa Branca

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem