Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

MONITOR DA IMPRENSA > PANGAEA

Coalizão internacional lança projeto de publicidade conjunta

31/03/2015 na edição 844
Tradução: Pedro Nabuco, edição de Leticia Nunes. Informações de Joy Pompeo [“Guardianspearheads programmatic partnership”, Capital New York, 18/3/15], The Guardian [“World’s leading digital publishers launch new programmatic advertising alliance, Pangaea”, 18/3/15] e Lara O’Reilly [“The Guardian, Financial Times, Reuters, CNN, and The Economist have formed an ad alliance to take on Google and Facebook”, Business Insider, 18/3/15]

Cinco organizações de notícias internacionais uniram forças na criação de uma nova iniciativa de publicidade programática chamada Pangaea. O jornal britânico The Guardian, a CNN Internacional, o Financial Times, a agência de notícias Reuters e o semanário britânico The Economist formaram uma parceria com a esperança de que, juntos, possam fazer frente a sites como o Google, o Twitter e o Facebook na busca por uma fatia do mercado publicitário.

O Pangaea será uma ferramenta de publicidade programática que reunirá a audiência dos veículos para que os anunciantes possam comprar espaço publicitário em todos os sites realizando apenas uma transação. Juntas, as organizações oferecerão acesso a mais de 110 milhões de leitores ao redor do mundo.

Sozinhos, os veículos participantes da inciativa enfrentam dificuldades para disputar receita do mercado publicitário contra redes sociais e sites de busca. O Guardian, por exemplo, recebe mensalmente a visita de 43 milhões de leitores e é obrigado a competir com o Facebook, que tem tráfego mensal de mais de quatro bilhões de usuários. Unidas, as empresas participantes esperam se tornar mais atraentes para os anunciantes ao oferecer a possibilidade de colocar seu anúncio em todos os veículos da iniciativa.

Para os anunciantes, tudo

A versão beta do Pangaea será lançada ainda em abril. De acordo com um comunicado do Guardian, que lidera o projeto, a quantidade de usuários alcançados não será o único benefício da ferramenta. Um dos argumentos do jornal é que os anunciantes que utilizarem o Pangaea atingirão um alto número de leitores considerados “premium”. Uma em cada quatro pessoas do universo de 110 milhões de usuários dos sites participantes estão na faixa dos maiores segmentos de renda, enquanto um quinto delas são executivos com altos postos.

Os anunciantes que utilizarem o Pangaea também terão acesso aos dados dos usuários dos sites, o que dará a eles um conhecimento mais detalhado da audiência e ajudará no planejamento de campanhas.

De acordo com Tim Gentry, diretor global de receitas do Guardian e coordenador da Aliança Pangaea, o grupo tem mantido conversas com novos veículos que possam vir a se juntar ao projeto no futuro.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem