Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1024
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

A cobertura da vitória nos jornais e nas redes sociais

Por lgarcia em 08/11/2012 na edição 719

Nas emissoras americanas e nas redes sociais, a divulgação da reeleição do presidente Barack Obama foi feita antes das 23h30 de terça-feira (6/11). Mesmo sem ter os resultados finais da Flórida ou da Virgínia, por volta das 23h18, com a apuração de Ohio, Obama foi declarado reeleito por mais quatro anos. A NBC e a Fox News foram as primeiras a divulgar a vitória, seguidas pela CNN. A Associated Press o fez às 23h38. Confira os anúncios no Twitter aqui (que não seguem necessariamente à mesma ordem da TV).

Segundo dados da Nielsen, mais de 66 milhões de pessoas estavam acompanhando a apuração pela TV, número próximo ao de 2008, com 71,5 milhões de telespectadores. Entre 20h e 23h, a NBC registrou uma audiência de 12,1 milhões de telespectadores, seguida pela Fox News (11,5 milhões), ABC (10,5 milhões), CNN (9,3 milhões) e CBS (7,9 milhões).

Impacto da imagem

O presidente reeleito anunciou sua vitória às 23h14 com um primeiro tuíte – "Isto aconteceu por causa de vocês. Obrigado" – após as redes de TV terem divulgado a reeleição, seguida por um outro escrito por ele – "Estamos nisso juntos. Foi assim que conduzimos a campanha e é assim que somos" – com a assinatura “-bo” ao final, ". Dois minutos depois, foi postada uma foto de Obama abraçando sua mulher Michelle, que se tornou o segundo tuíte mais retuitado de toda a história da rede social – mais de 760 mil vezes. No Facebook, a imagem foi vista por mais de três milhões de pessoas, com mais de 400 mil compartilhamentos. Somente duas horas e 20 minutos depois, o presidente fez seu discurso formal de vitória em Chicago. O viral sem precedentes confirmou o papel que as redes sociais desempenharam na campanha presidencial americana. No passado, a noite da eleição terminava quando o candidato perdedor telefonava ao vencedor para parabenizá-lo, com a notícia do telefonema sendo divulgada na mídia.

Já nos jornais americanos, as fotos dominaram a maior parte das capas de quarta-feira (7/11), com poucas palavras para anunciar a reeleição. Diversos diários ilustraram o poder de uma única palavra. Poucos escolheram usar as imagens de Obama e de Romney. Confira algumas capas aqui. Informações de Julie Moos [Poynter, 7/11/12], de Alex Fitzpatrick [Mashable, 6/11/12], de Luke Harding [The Guardian, 7/11/12] e de Brian Stelter [New York Times, 7/11/12].

 

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem